Formação de agentes disseminadores do processo de educação ambiental para unidades de conservação, com ênfase no Parque Nacional da Serra da Canastra, Minas Gerais

Autores

  • Bruno César Silva Matos Universidade do Estado de Minas Gerais
  • Marcos Paulo Silva Ferreira Universidade do Estado de Minas Gerais
  • Sônia Lúcia Modesto Zampieron Universidade do Estado de Minas Gerais

DOI:

https://doi.org/10.14393/REE-v16n12017_rel02

Palavras-chave:

Meio Ambiente, Parques Nacionais, Ecoturismo, Formação discente

Resumo

Este trabalho relata a experiência decorrente do curso de capacitação e formação de condutores ambientais, voltado para jovens residentes na área, sob a ótica da educação ambiental, para atuarem nessa Unidade de Conservação (UC) como monitores dos visitantes. O objetivo do curso foi proporcionar a esses jovens uma oportunidade de aprendizado e compreensão da importância do patrimônio e inseri-los no mercado de trabalho. O curso se constituiu de atividades teórico-práticas desenvolvidas no município de São Roque de Minas e abrangeu alunos do ensino médio dos municípios mineiros de Vargem Bonita, São Roque e São José do Barreiro, localidades próximas ao portal de acesso do Parque Nacional da Serra da Canastra (PNSC). O curso contou com a parceria entre a Universidade do Estado de Minas Gerais (UEMG) – Unidade de Passos, o Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia dos Hymenoptera Parasitoides da Região Sudeste do Brasil (INCT-HYMPAR Sudeste) e o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), o que garantiu a elaboração de um certificado de conclusão e uma carteirinha para que os formandos atuassem na região do PNSC. Foram certificados quinze alunos, já existindo uma lista de espera para a formação de novas turmas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Bruno César Silva Matos, Universidade do Estado de Minas Gerais

Graduado em Ciências Biológicas pela Universidade do Estado de Minas Gerais, Campus de Passos, Minas Gerais, Brasil.

Marcos Paulo Silva Ferreira, Universidade do Estado de Minas Gerais

Graduado em Ciências Biológicas pela Universidade do Estado de Minas Gerais, Campus de Passos, Minas Gerais, Brasil.

Sônia Lúcia Modesto Zampieron, Universidade do Estado de Minas Gerais

Pós-doutora em Ciências Biológicas pela Universidade de São Paulo, São Paulo, Brasil; professora titular da Universidade do Estado de Minas Gerais, unidade Passos, Brasil.

Referências

ARRUDA, R. “Populações tradicionais” e a proteção dos recursos naturais em unidades de conservação. Ambiente e Sociedade, São Paulo, Ano II, n. 5, p. 79-91, jul.-dez. 1999. doi. S1414-753X1999000200007.

BARBOSA, A. G. P.; PERINOTTO, A. R. C. Trilha ecológica do cavalo-marinho: ecoturismo em Barra Grande/PI. Rosa dos Ventos, Caxias do Sul, v. 2, n. 1, p. 45-55, 2011. Disponível em: http:// www.ucs.br/etc/revistas/index.php/rosadosventos/article/view/389. Acesso em: 15 out. 2015.

BRASIL. Lei nº 9.985, de 18 de julho de 2000. Institui o Sistema Nacional de Unidades de Conservação da Natureza e dá outras providências. Brasília, DF, 2000. Disponível em: https://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/l9985.htm. Acesso em: 17 out. 2015.

_____. Ministério do Meio Ambiente. Diagnóstico da visitação em parques nacionais e estaduais. Brasília, DF: MMA, 2009. 42 p.

_____. Ministério do Turismo. Ecoturismo: orientações básicas. 2. ed. Brasília: Ministério do Turismo, 2010. 90 p.112

CAMPOS, A. M. N. O ecoturismo como alternativa de desenvolvimento sustentável. Caderno Virtual de Turismo, Rio de Janeiro, v. 5, n. 1, p. 2005, 2005.

CASTRO, A. A Educação ambiental no turismo como ferramenta para a conservação ambiental. Amazônia, Organizações e Sustentabilidade, Belém, v. 3, n. 1, p. 77-86, 2014. Disponível em: http://revistas.unama.br/index.php/aos/article/view/81. Acesso em: 26 set. 2015. doi: 10.17800/aos.v3i1.81

CURRIE, K. L. Meio ambiente: interdisciplinaridade na prática. Campinas: Papirus, 1998.

FONSECA, C. E. O município de Delfinópolis, MG, e o desenvolvimento do setor turístico no espaço geográfico. Caminhos de Geografia, Uberlândia, v. 13, n. 42, p. 59-74, jun. 2012. Disponível em: http://www.seer.ufu.br/index.php/caminhosdegeografia/article/view/16719. Acesso em: 14 set. 2015.

FORTES, P. J. ; FORTES, G. R. Estratégias empreendedoras em associações de condutores dos parques nacionais piauienses: propostas de educação ambiental e responsabilidade socioambiental. Turismo em Análise, São Paulo, v. 25, n. 2, p. 337-353, 2014. doi: 10.11606/issn.1984-4867.v25i2p337-353.

FREITAS, B.; PORTUGUEZ, A. P. Uso, ocupação do espaço e perspectivas de desenvolvimento do turismo ecorrural na bacia hidrográfica do ribeirão São Vicente, Ituiutaba, MG. Campo- Território: Revista de Geografia Agrária, Uberlândia, v. 9, n. 17, p. 330-361, abr. 2014. Disponível em: http://www.seer.ufu.br/index.php/campoterritorio/article/view/22995. Acesso em: 10 out. 2015.

HIGUCHI, M. I. G.; ALVES, H. H. S. C.; SACRAMENTO, L. C. A arte no processo educativo de cuidado pessoal e ambiental. Currículo sem Fronteiras, Porto, v. 9, n. 1, p. 231-250, jan./jun. 2009. Disponível em: http://www.curriculosemfronteiras.org/vol9iss1articles/higuchi-alves-sacramento.pdf. Acesso em: 2 fev. 2014.

ICMBIO - Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade. 113

Instrução normativa nº 08, de 18 de setembro de 2008. Disponível em: http://www.icmbio.gov.br/portal/images/stories/o-que-somos/in082008.pdf. Acesso em: 3 fev. 2016.

LOUREIRO, C. F. B. Educar, participar e transformar em educação ambiental. Revista Brasileira de Educação Ambiental, Brasília, v. 1, n. 0, p. 13-70, nov. 2004. Disponível em: http://www.academia.edu/9675257/Educacao_como_processo_na_construcao_da_cidadania_ambiental. Acesso em: 23 maio 2015.

MENDONÇA, S. G. L.; SILVA, V. P. Extensão universitária: uma nova relação com a administração pública. In: CALDERÓN, A. I.; SAMPAIO, H. (Org.) Extensão Universitária: ação comunitária em universidades brasileiras. São Paulo: Olho d´água, 2002. p. 29-44.

MOREIRA, J. C.; BIGARELLA, J. J. Interpretação ambiental e geoturismo em Fernando de Noronha-PE. In: CASTILHO, C. J. M. de; VIEGAS, J. Turismo e práticas socioespaciais: múltiplas abordagens e interdisciplinaridades. Recife: Editora da UFPE, 2008. p. 171-192.

NASCIMENTO, C. A. et al. A regulamentação da atividade de condução de visitantes nos sistemas estaduais de unidades de conservação do Brasil. Rev. Bras. Pesq. Tur., São Paulo, v. 10, n. 3, p. 516-532, set./dez. 2016. doi; 10.7784/rbtur.v10i3.1133

PRIGOL, S.; GIANNOTTI, S. M. A importância da utilização de práticas no processo de ensino-aprendizagem de ciências naturais enfocando a morfologia da flor. SIMPÓSIO NACIONAL DE EDUCAÇÃO, 1., SEMANA DE PEDAGOGIA, 20., 2008, Cascavel. Anais... Cascavel: Editora da Unioeste, 2008. Disponível em: http://www.unioeste.br/cursos/cascavel/pedagogia/eventos/2008/1/artigo%2033.pdf. Acesso em: 15 out. 2015.

REIGOTA, M. A. S. O que é educação ambiental? São Paulo: Brasiliense, 2014. (Coleção Primeiros Passos).

RIBAS, L. C. C.; HICKENBICK, C. O Papel de condutores ambientais locais e de cursos de capacitação no ecodesenvolvimento turístico e as expectativas sociais no sul do Brasil. Turismo em Análise, São Paulo, v. 23, n. 1, p. 143-165, 2012. doi: 10.11606/issn.1984-4867.v23i1p143-165.

RIOS, G. A.; MENDES, E. G. Uso de blogs na educação: breve panorama da produção científica brasileira na última década. Revista Eletrônica de Educação, São Carlos, v. 8, n. 2, p. 160-174, 2014. doi: 10.14244/19827199746.

SCHEIDEMANTEL, S. E; KLEIN, R. A importância da extensão universitária: o Projeto Construir. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA, 2., 2004, Belo Horizonte. Anais... Belo Horizonte: Editora da UFMG, 2004.

SENNA, M. L. G. S. de; ADORNO, L. F. M.; MAGALHÃES, H. G. Percepção ambiental e ecoturismo: estudo de caso com condutores de turismo e turistas na região do Jalapão/TO. OLAM: Ciência e Tecnologia, Rio Claro, v. 8, n. 2, p. 218-244, jan./jun.2008. Disponível em: http://docplayer.com.br/12082285-Percepcao-ambiental-e-ecoturismo-estudo-de-caso-com-condutores-de-turismo-e-turistas-na-regiao-do-jalapao-to.html. Acesso em: 25 out. 2015.

SILVA, W. G. da; HIGUCHI, M. I. G.; FARIAS, M. S. M. de. Environmental education in psychosocial training of young people. Ciência & Educação, Bauru, v. 21, n. 4, p. 1031-1047, dec. 2015. doi: 10.1590/1516-731320150040015

VALLEJO, L. R. Uso público em áreas protegidas: atores, impactos, diretrizes de planejamento e gestão. Anais Uso Público em Unidades de Conservação, Rio de Janeiro, v. 1, n. 1, p. 13-26, 2013. Disponível em: http://www.uff.br/var/www/htdocs/usopublico/images/Artigos/2013/Artigo_OL_2.pdf. Acesso em: 17 out. 2014.

Downloads

Publicado

2017-08-22

Como Citar

SILVA MATOS, B. C.; SILVA FERREIRA, M. P.; MODESTO ZAMPIERON, S. L. Formação de agentes disseminadores do processo de educação ambiental para unidades de conservação, com ênfase no Parque Nacional da Serra da Canastra, Minas Gerais. Revista Em Extensão, [S. l.], v. 16, n. 1, p. 97–114, 2017. DOI: 10.14393/REE-v16n12017_rel02. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/revextensao/article/view/37143. Acesso em: 15 ago. 2022.

Edição

Seção

Relatos de Experiência