A Agronomia, a disciplina de Extensão Rural e a práxis do Diagnóstico Rural Participativo: imersão ou ad-miração do mundo rural?

Autores

  • Cristiane Amaro da Silveira Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia

DOI:

https://doi.org/10.14393/REE-v10n22011-20705

Palavras-chave:

Agronomia, disciplina de Extensão Rural, Diagnóstico Rural Participativo, educação humanitária

Resumo

O presente artigo se propõe a mostrar a importância da disciplina de Extensão Rural, bem como dos métodos participativos e dialógicos, na formação do profissional de Agronomia, nos dias atuais. Através de uma retrospectiva histórica do surgimento dos Cursos de Agronomia no Brasil, o artigo mostra os vínculos ideológicos dos mesmos com as elites agrárias. A partir desta perspectiva, e da crítica a pretensa neutralidade acadêmica, argumenta-se em favor de uma educação humanitária e progressista, que desenvolva a capacidade crítica e a reflexão do educando. Devido à sua intrínseca característica de unir teoria e prática, o uso do Diagnóstico Rural Participativo se revelou adequado aos propósitos em causa. A experiência realizada em uma turma de Extensão Rural do Curso de Agronomia (2010/I), demonstrou que o uso da metodologia em questão contribuiu para que os alunos não apenas problematizassem a sua formação, como também construíssem, de maneira criativa e inovadora, uma nova visão da realidade agrária.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Cristiane Amaro da Silveira, Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia

Graduação em agronomia, mestrado em desenvolvimento rural. Ministra disciplinas de Sociologia e Desenvolvimento Rural, Extensão Comunitária e Extensão Rural nos Cursos de Agronomia e Medicina Veterinária da UFU.

Downloads

Publicado

2011-12-01

Como Citar

SILVEIRA, C. A. da. A Agronomia, a disciplina de Extensão Rural e a práxis do Diagnóstico Rural Participativo: imersão ou ad-miração do mundo rural?. Revista Em Extensão, Uberlândia, MG, v. 10, n. 2, 2011. DOI: 10.14393/REE-v10n22011-20705. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/revextensao/article/view/20705. Acesso em: 6 dez. 2022.

Edição

Seção

Artigos Originais