ANÁLISE QUALITATIVA DOS CARDÁPIOS DA EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS DE UM MUNICÍPIO DO OESTE BAIANO

Autores

DOI:

https://doi.org/10.14393/Hygeia1862060

Palavras-chave:

Alimentação escolar, Qualidade nutricional, Saúde, Educação, Nutricionista

Resumo

Objetivo: Analisar qualitativamente os cardápios da alimentação escolar oferecidos à Educação de Jovens e Adultos durante os anos de 2017 a 2019 de um município localizado no oeste da Bahia. Métodos: Para análise dos dados foi utilizado o método de Avaliação Qualitativa das Preparações dos Cardápios Escolares preconizado por Veiros e Martinelli, 2012. Neste método, os alimentos são classificados em duas categorias: recomendados e controlados. Foram contabilizados para cada ano o número de dias em que preparações de cada grupo alimentar foram oferecidas e depois calculadas as frequências de dias ofertados em relação ao total de dias letivos. F considerado adequado o anom que havia presença de menos de 20% dos alimentos controlados e maior presença dos alimentos recomendados. Resultados: Nossa análise demonstra que a alimentação oferecida no período apresentava inadequações, como fornecimento excessivo de produtos com adição de açúcar e baixo fornecimento de frutas in natura e saladas. Conclusão: Os resultados demonstram que a alimentação oferecida pode representar um risco para a saúde dos estudantes, por oferecer grande quantidade de alimentos processados, ricos em açúcares, aditivos químicos, gorduras e com baixo valor nutricional.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

19-10-2022

Como Citar

EUFRÁSIO, R. da S.; PEDROSO, M. R. de O.; GONÇALVES, L. da S.; DE OLIVEIRA, D. O. A.; PRUDÊNCIO, C. V. ANÁLISE QUALITATIVA DOS CARDÁPIOS DA EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS DE UM MUNICÍPIO DO OESTE BAIANO. Hygeia - Revista Brasileira de Geografia Médica e da Saúde, [S. l.], v. 18, p. 233–243, 2022. DOI: 10.14393/Hygeia1862060. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/hygeia/article/view/62060. Acesso em: 2 dez. 2022.

Edição

Seção

Artigos