MAPEAMENTO DA DIFUSÃO DA COVID-19 EM SANTA CATARINA - DISSEMINAÇÃO DA DOENÇA NAS REGIÕES INDUSTRIAIS DO ESTADO

Autores

  • Raquel Fleig Universidade do Estado de Santa Catarina
  • Iramar Baptistella do Nascimento Universidade do Estado de Santa Catarina
  • Francisco Henrique de Oliveira Universidade do Estado de Santa Catarina
  • Jairo Valdati Universidade do Estado de Santa Catarina

DOI:

https://doi.org/10.14393/Hygeia1860290

Palavras-chave:

Cartografia, Coronavírus, Santa Catarina, Saúde do trabalhador

Resumo

Objetivo: Identificar fatores sociais e econômicos que favoreceram a dissiminação da COVID-19 para as regiões industriais do estado de Santa Catarina, Brasil. Métodos: A pesquisa foi bibliográfica e documental, em três etapas metodológicas: as características sociais e econômicas das diferentes regiões geográficas; levantamento e representação gráfica do número de casos ativos de COVID-19 gerados pelo Laboratório de Geoprocessamento da Universidade do Estado de Santa Catarina; e análise das possíveis relações sobre a dinâmica cotidiana da população industrial e sua compatibilidade junto ao mapeamento quanto ao número de casos ativos de COVID-19. Resultados: A variabilidade do contato de novas cepas da COVID-19 tem forte convergência com as mobilizações turísticas e aspectos econômicos urbanos do trabalhador industrial. Deve-se considerar, para as populações industriais, os coeficientes de inter-relações que favoreçam o contágio, como as centralizações, os distanciamentos, as moradias e a necessidade de mobilidade pelo transporte público. Conclusões: A criação de políticas públicas com medidas de acordo com as demandas locais, percebendo cada perfil comportamental, é fundamental, uma vez que a abordagem regional específica das regiões pode mitigar o contágio da COVID 19. Sugere-se a reorganização e mapeamento das conexões cotidianas entre localizações e distanciamentos das respectivas moradias de funcionários e seus vínculos empregatícios.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2022-06-20

Como Citar

FLEIG, R.; DO NASCIMENTO, I. B.; DE OLIVEIRA, F. H.; VALDATI, J. MAPEAMENTO DA DIFUSÃO DA COVID-19 EM SANTA CATARINA - DISSEMINAÇÃO DA DOENÇA NAS REGIÕES INDUSTRIAIS DO ESTADO. Hygeia - Revista Brasileira de Geografia Médica e da Saúde, [S. l.], v. 18, p. 114–123, 2022. DOI: 10.14393/Hygeia1860290. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/hygeia/article/view/60290. Acesso em: 15 ago. 2022.

Edição

Seção

Artigos