SOROPREVALÊNCIA DE INFECÇÕES E RISCOS OCUPACIONAIS RELACIONADOS AOS CATADORES DE RESÍDUOS SÓLIDOS DO EXTREMO NORTE DO BRASIL

Autores

DOI:

https://doi.org/10.14393/Hygeia1859373

Palavras-chave:

Catador de resíduos sólidos, Infecção

Resumo

Introdução: As atividades ocupacionais relacionadas aos catadores de resíduos sólidos, estão associadas à diversos riscos de cunho biológico, físico, químico, ergonômico, além dos acidentes de trabalho. Objetivo: descrever a prevalência da infecção por agentes virais (Vírus HIV e Vírus da Hepatite B e C) e bacterianos (Treponema pallidum) e avaliar o nível de exposição à riscos ocupacionais dos indivíduos vinculados à cooperativas de catadores de lixo de Boa Vista-Roraima. Métodos: estudo transversal, prospectivo, descritivo, qualitativo e quantitativo, envolvendo 75 indivíduos, de 18 a 70 anos, que atuam como catadores de resíduos sólidos em duas Cooperativas de Reciclagem, na cidade de Boa Vista, Roraima. Foi realizada a investigação dos dados sociodemográficos e ocupacionais por meio da aplicação de um questionário e realizados testes rápidos para detecção de HIV 1 e 2, sífilis e hepatites B e C. Resultados: a prevalência de infecções foi de 4% na amostra analisada, uma vez que três participantes apresentaram diagnóstico positivo para sífilis. Houve associação estatisticamente significativa entre trabalhar há mais tempo como catador e ser mulher e trabalhar há mais tempo como catador e ter baixa escolaridade. Os principais riscos ocupacionais observados foram postura inadequada, levantamento de cargas pesadas, trabalho em pisos irregulares e manipulação de equipamentos possivelmente lesivos. Conclusão: faz-se necessária a criação de políticas públicas que atendam às necessidades destes trabalhadores e a implementação de um processo de educação continuada que aborde os riscos ocupacionais e a importância da utilização correta dos EPIs.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Raphael Barros Rocha, Universidade Federal de Roraima

Acadêmico do quarto ano de Medicina da Universidade Federal de Roraima. Atual Secretário de Pesquisa e Extensão do Centro Acadêmico de Medicina da Universidade Federal de Roraima. Atual Coordenador norte da Direção Executiva Nacional dos Estudantes de Medicina.

João Victor Satrapa Silva, Universidade Federal de Roraima

Graduando em Medicina (oitavo período) pela Faculdade de Medicina da Universidade Federal de Roraima.

Áurea Sérgia da Silva Macêdo, Universidade Federal de Roraima

Discente do Curso de Medicina pela Universidade Federal de Roraima-UFRR, Campus Paricarana / Boa Vista; secretária e membro da Liga Acadêmica de Psiquiatria / UFRR e membro da Liga Acadêmica de Geriatria de Roraima.

Jamilla Karla Corrêa Reis, Universidade Federal de Roraima

Possui graduação em Enfermagem pela Universidade Federal de Roraima (2018) com monografia na área de saúde da mulher na atenção básica com ênfase na coleta do exame citopatólogico. Possui publicações em diversas áreas da saúde. Tem interesse na área de saúde coletiva/saúde da família, saúde da mulher, pediatria e neonatologia. 

Wagner do Carmo Costa, Assembleia Legislativa de Roraima

Possui graduação em Licenciatura Plena em Física pela Universidade Federal de Roraima (1994) e em Psicologia pela Faculdade Cathedral (2011). Pós-graduação (Lato Sensu) em Pedagogia Hospitalar pela Universidade Gama Filho e Mestrado em Ciências da Saúde pela Universidade Cruzeiro do Sul (2015). É Funcionário Público do Governo do Estado, Tem experiência na área de Ciência da Computação, com ênfase em Banco de Dados. É Psi

Ana Iara Costa Ferreira, Universidade Federal de Roraima

Possui doutorado em Ciências da Saúde pela Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto (2011). Ingressou no mestrado do Programa de Pós-Graduação em Ciências da Saúde da Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto (2008), realizou sua qualificação do mestrado em 2010 e foi indicada ao doutorado direto (2011). Bolsista de mestrado do Programa CAPES-DS. Graduada em Ciências Biológicas pelo Centro Universitário de Rio Preto (2008). Desenvolveu seus trabalhos junto ao Laboratório de Imunogenética do Departamento de Biologia Molecular da Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto, com experiência na área de imunologia, com ênfase em imunogenética e estudos relacionados a grupos sanguíneos. Atualmente é Professora Adjunta-nível 2 do curso de Medicina, na área de Morfologia, subárea - Embriologia, na Universidade Federal de Roraima - UFRR.

Leila Braga Ribeiro, Universidade Federal de Roraima

Possui graduação em Bacharelado em Ciências Biológicas pela Universidade Estadual de Ponta Grossa (2007), e mestrado e doutorado em Genética, Conservação e Biologia Evolutiva pelo Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia pelo Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (2013). É professora permanente da Universidade Federal de Roraima (UFRR), onde participa de projetos de pesquisa nas áreas de citogenética animal, defeitos congênitos e epidemiologia, e lidera o grupo de pesquisa "Biodiversidade e sua relação com a saúde-doença". Atualmente faz parte do quadro permanente do recém aprovado Programa de Pós-Graduação em Saúde e Biodiversidade (PPGSBio), é professora colaboradora do Programa de Pós-Graduação em Recursos Naturais (PRONAT) e Diretora de Pesquisa da UFRR.

Fabiana Nakashima, Universidade Federal de Roraima

Possui graduação em Biomedicina pela Universidade de Marília (2007), mestrado em Genética pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (2010) e doutorado em Ciências da Saúde pela Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto (2015). Atualmente atua como docente da disciplina de histologia do curso de medicina da Universidade Federal de Roraima -UFRR.

Bruna Kempfer Bassoli, Universidade Federal de Roraima

BRUNA KEMPFER BASSOLI, PROFESSORA ADJUNTA NÍVEL 2 DO CURSO DE MEDICINA DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE RORAIMA E PROFESSORA PERMANENTE DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS DA SAÚDE E PROFESSORA COLABORADORA DO MESTRADO EM SAÚDE E BIODIVERSIDADE, CONCLUIU A GRADUACAO EM BIOMEDICINA PELA UNIVERSIDADE ESTADUAL DE LONDRINA, O MESTRADO EM CIENCIA DE ALIMENTOS PELA UNIVERSIDADE ESTADUAL DE LONDRINA E O DOUTORADO EM CIÊNCIAS PELA FACULDADE DE CIÊNCIAS FARMACÊUTICAS DA UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO. PUBLICOU 26 ARTIGOS EM PERIODICOS ESPECIALIZADOS E 99 TRABALHOS EM ANAIS DE EVENTOS NACIONAIS E INTERNACIONAIS. RECEBEU 10 PRÊMIOS E/OU HOMENAGENS. PARTICIPOU DE 19 PROJETOS DE PESQUISA E É PESQUISADORA DO GRUPO DE PESQUISA BIODIVERSIDADE E SUA RELAÇÃO COM A SAÚDE-DOENÇA. ATUA NAS ÁREAS DE FISIOLOGIA, FISIOPATOLOGIA (CÂNCER, INSUFICIÊNCIA RENAL CRÔNICA, DOENÇAS CARDIOVASCULARES E DOENÇAS ASSOCIADAS AO ENVELHECIMENTO), BIOESTATÍSTICA E EPIDEMIOLOGIA, ENSAIOS CLÍNICOS E ÁREA INTERDISCIPLINAR. EM SEU CURRICULO LATTES SÃO TERMOS RELACIONADOS À CONTEXTUALIZAÇÃO DA PRODUÇÃO CIENTÍFICA: AMAZÔNIA OCIDENTAL, FRONTEIRA AGRÍCOLA AMAZÔNICA, FRUTOS AMAZÔNICOS, DOENÇAS CRÔNICO DEGENERATIVAS, CÂNCER, DIABETES, INSUFICIÊNCIA RENAL CRÔNICA, PARASITOSES, PARÂMETROS BIOQUÍMICOS (GLICEMIA, PERFIL LIPÍDICO), PARÂMETROS HEMATOLÓGICOS, NUTRIGENÔMICA, ALIMENTOS FUNCIONAIS, PERFUSÃO DE FIGADO, PRODUÇÃO HEPÁTICA DE GLICOSE, QUIMIOPREVENÇÃO, ÁCIDO FÓLICO, CAFEÍNA E ÁCIDO CLOROGÊNICO. ORCID: 0000-0002-0317-794X

Downloads

Publicado

2022-03-05

Como Citar

ROCHA, R. B.; SILVA, J. V. S. .; MACÊDO, Áurea S. da S.; REIS, J. K. C. .; COSTA, W. do C. .; FERREIRA, A. I. C.; RIBEIRO, L. B.; NAKASHIMA, F.; BASSOLI, B. K. .; COSTA, B. J. S. . SOROPREVALÊNCIA DE INFECÇÕES E RISCOS OCUPACIONAIS RELACIONADOS AOS CATADORES DE RESÍDUOS SÓLIDOS DO EXTREMO NORTE DO BRASIL. Hygeia - Revista Brasileira de Geografia Médica e da Saúde, [S. l.], v. 18, p. 29–43, 2022. DOI: 10.14393/Hygeia1859373. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/hygeia/article/view/59373. Acesso em: 18 ago. 2022.

Edição

Seção

Artigos