ANÁLISE DA OCORRÊNCIA DE ACIDENTES DE TRÂNSITO FATAIS NAS CAPITAIS DO NORDESTE DO BRASIL

Autores

  • Claudio José dos Santos Junior Universidade Estadual de Ciências da Saúde de Alagoas (UNCISAL), Maceió (AL https://orcid.org/0000-0002-2853-1968
  • Jackson Pinto Silva Instituto Federa de Alagoas - Campus Maceió
  • Thiago José Matos Rocha Universidade Estadual de Ciências da Saúde de Alagoas – UNCISAL, Maceió, AL, Brasil. https://orcid.org/0000-0001-5153-6583

DOI:

https://doi.org/10.14393/Hygeia1858395

Palavras-chave:

Morbidade, Mortalidade, Acidentes de trânsito

Resumo

Este trabalho tem por objetivo avaliar a distribuição e as características epidemiológicas dos casos de acidentes de trânsito fatais (ATF) nas capitais do Nordeste do Brasil, no período 2000 a 2017. Trata-se de estudo ecológico que teve como unidade de análise as capitais da região Nordeste do Brasil. A fonte das informações foi o Sistema de Informação de Mortalidade (SIM/DataSUS/MS). Foram empregados o cálculo da Taxa Anual Média de Mortalidade (TAM) e análises de tendência temporais por regressão linear simples no software BioEstat. Levantou-se um total de 50.207 notificações por acidentes de trânsito fatais em capitais do Nordeste. A TAM por ATF foi 24,2 óbitos para cada 100 mil habitantes. A capital com maior taxa de mortalidade foi Teresina/PI com 45,3 óbitos em 100 mil habitantes. Foi verificada tendência de crescimento da TAM em sete das nove cidades objeto do estudo, além de uma capital com tendência estacionária e outra decrescente. O sexo masculino e a faixa adulta, economicamente ativa, representaram a maior parte das vítimas desse estudo. O estudo do comportamento dos acidentes fatais de trânsito, identificando suas tendências temporais e perfil de acometidos por esses eventos, é essencial, pois fornece subsídios para políticas públicas de redução e prevenção neste segmento.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2022-04-19

Como Citar

SANTOS JUNIOR, C. J. dos; SILVA, J. P.; ROCHA , T. J. M. ANÁLISE DA OCORRÊNCIA DE ACIDENTES DE TRÂNSITO FATAIS NAS CAPITAIS DO NORDESTE DO BRASIL. Hygeia - Revista Brasileira de Geografia Médica e da Saúde, [S. l.], v. 18, p. 44–53, 2022. DOI: 10.14393/Hygeia1858395. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/hygeia/article/view/58395. Acesso em: 13 ago. 2022.

Edição

Seção

Artigos