A PANDEMIA DA COVID-19 NA FRONTEIRA AMAZÔNICA: UMA ANÁLISE PRELIMINAR NAS CIDADES-GÊMEAS DE TABATINGA E LETICIA

Autores

  • Luís Alberto Miranda Goveia Docente EBTT do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Amazonas campus Tabatinga

DOI:

https://doi.org/10.14393/Hygeia0054531

Palavras-chave:

Covid-19, Decretos, Fronteira Amazônica, Leticia, Tabatinga

Resumo

O presente artigo é um estudo preliminar que tem por objetivo analisar a pandemia da Covid-19 na fronteira amazônica entre o Brasil e a Colômbia, mais especificamente nas cidades-gêmeas de Tabatinga e Letícia. Para tanto, busca-se identificar os principais decretos emitidos pelo poder público, tanto municipal, quanto estadual e nacional e verificar seus impactos na circulação de pessoas e tráfego aéreo e os resultados na quantidade de infectados e óbitos por essa doença. Os resultados mostram que Tabatinga e Letícia apresentam considerável crescimento no número de infectados pela Covid-19. Conclui-se que a integração desses espaços com outros centros regionais possibilitada pela rede de transporte aéreo e fluvial acabou contribuindo para a entrada do novo Coronavírus confirmando a inserção dessas cidades ao processo de globalização.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2020-06-20

Como Citar

GOVEIA, L. A. M. A PANDEMIA DA COVID-19 NA FRONTEIRA AMAZÔNICA: UMA ANÁLISE PRELIMINAR NAS CIDADES-GÊMEAS DE TABATINGA E LETICIA. Hygeia - Revista Brasileira de Geografia Médica e da Saúde, [S. l.], p. 221–230, 2020. DOI: 10.14393/Hygeia0054531. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/hygeia/article/view/54531. Acesso em: 13 ago. 2022.

Edição

Seção

Edição Especial: Dossiê COVID-19