(DES)ESPERANÇAS EM TEMPOS DE PANDEMIA: PROBLEMATIZAÇÕES SOBRE A COVID-19 A PARTIR DA GEOGRAFIA CRÍTICA

Autores

  • Lidiane Aparecida Alves Doutora em Geografia pela Universidade Federal de Uberlândia

DOI:

https://doi.org/10.14393/Hygeia0054269

Palavras-chave:

Pandemia da COVID-19, Espaço geográfico, Desafios atuais e futuros

Resumo

A pandemia da COVID-19, em curso, consiste em um fenômeno geográfico intrinsicamente associado à globalização neoliberal, que tem causado vários questionamentos e incertezas. Logo, por sua essência, ela deve ser pensada a partir do espaço, sendo, portanto a Geografia chamada a oferecer contribuições para o seu entendimento. Nesse sentido, o presente artigo tem como objetivo realizar uma revisão crítica que permita o entendimento da expansão da COVID-19 em uma perspectiva geográfica. Deste modo, aborda-se os elementos que motivam as crises do período atual; a difusão e as consequências diferenciais da COVID-19 nos lugares de acordo com os usos do território, o que implica em exposição e vulnerabilidade distintas; e por fim, reflete-se sobre lições para o futuro considerando as possibilidades técnicas e ações disponíveis, ressaltando na perspectiva da saúde, a importância de seu entendimento a partir da determinação social e de sua promoção via Políticas Públicas intersetoriais. De fato é inegável que a conjuntura atual, de urgência e calamidades, evidencia muitas contradições/erros e consiste uma oportunidade para mudanças.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Lidiane Aparecida Alves, Doutora em Geografia pela Universidade Federal de Uberlândia

Instituto de Geografia

Downloads

Publicado

2020-06-16

Como Citar

ALVES, L. A. (DES)ESPERANÇAS EM TEMPOS DE PANDEMIA: PROBLEMATIZAÇÕES SOBRE A COVID-19 A PARTIR DA GEOGRAFIA CRÍTICA. Hygeia - Revista Brasileira de Geografia Médica e da Saúde, [S. l.], p. 25–35, 2020. DOI: 10.14393/Hygeia0054269. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/hygeia/article/view/54269. Acesso em: 15 ago. 2022.

Edição

Seção

Edição Especial: Dossiê COVID-19