AVALIAÇÃO DE MÉTODOS PARA CONSTRUÇÃO DE UM ÍNDICE DE VULNERABILIDADE DE SAÚDE PARA LONDRINA-PR

Autores

DOI:

https://doi.org/10.14393/Hygeia16053389

Palavras-chave:

Índices de Saúde, Knowledge-driven, . Data-driven, Análise Fatorial.

Resumo

Dentre os modelos de pesquisa interdisciplinares atuais, estão as proposições de indicadores em saúde como instrumento para o planejamento de ações. Alguns modelos propõem o estabelecimento de variáveis mais preditivas a partir da modelagem knowledge-driven enquanto outros buscam recursos em modelos data-driven. Neste sentindo o objetivo desta pesquisa foi comparar dois modelos de Índice de Vulnerabilidade de Saúde – IVS para o Município de Londrina – PR, um em modelo knowledge-driven elaborado pela Secretaria de Saúde de Belo Horizonte e o segundo estabelecido por um modelo data-driven, através da estatística de análise fatorial. A metodologia de pesquisa utilizou dados do censo demográfico do IBGE (2010). No modelo knowledge-driven as variáveis mais preditivas foram às relacionadas ao saneamento básico enquanto que no modelo data-driven as variáveis mais preditivas foram raça, renda e analfabetismo. Tal condição influenciou na configuração espacial de classificação do índice. Setores distritais e rurais foram classificados em melhores condições no modelo data-driven quando comparados aos resultados do modelo knowledge-driven.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2020-11-17

Como Citar

GIOIA, T. B.; PEREIRA, A. C. de F. .; RAMINELLI, J. A. . AVALIAÇÃO DE MÉTODOS PARA CONSTRUÇÃO DE UM ÍNDICE DE VULNERABILIDADE DE SAÚDE PARA LONDRINA-PR. Hygeia - Revista Brasileira de Geografia Médica e da Saúde, [S. l.], v. 16, p. 282–298, 2020. DOI: 10.14393/Hygeia16053389. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/hygeia/article/view/53389. Acesso em: 19 ago. 2022.

Edição

Seção

Artigos