SAÚDE AMBIENTAL: UMA PROPOSTA INTERDISCIPLINAR

Autores

  • Rafaela Rodrigues Ramos UERJ / Doutorado Multidisciplinar em Meio Ambiente

Palavras-chave:

Saúde Ambiental, Legislação, Meio Ambiente

Resumo

Tomando o campo da saúde ambiental, como uma estratégia interdisciplinar, que procura expressar a integração entre a saúde humana e a dos ecossistemas, o presente artigo procura entender o processo histórico que viabilizou sua ascensão e incorporação na legislação brasileira. Ao aborda a saúde humana e a dos ecossistemas de maneira interdependente, o campo da saúde ambiental oferece subsídios teórico-práticos para a interpretação dos novos padrões saúde - doença, oriundos da ressignificação da relação homem - meio. Para tanto, a construção deste novo campo da saúde pública, exigiu um novo entendimento dos conceitos de natureza (meio ambiente) e de saúde. Assim sendo, ao longo deste artigo, apresentaremos a evolução histórico - científica dos conceitos de natureza e de saúde, para então, entender a incorporação do campo da saúde ambiental na política brasileira.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Rafaela Rodrigues Ramos, UERJ / Doutorado Multidisciplinar em Meio Ambiente

Doutoranda em Meio Ambiente, pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro e MSc em Saúde Pública e Meio Ambiente pela Fundação Oswaldo Cruz - FIOCRUZ/ENSP(2009). Graduada em Geografia pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro - Faculdade de Formação de Professor (2005); com pós-graduação lato-sensu em Análise Ambiental e Gestão do Território pela Escola Nacional de Ciências Estatísticas - ENCE/IBGE (2006).

Downloads

Publicado

2013-06-19

Como Citar

RAMOS, R. R. SAÚDE AMBIENTAL: UMA PROPOSTA INTERDISCIPLINAR. Hygeia - Revista Brasileira de Geografia Médica e da Saúde, [S. l.], v. 9, n. 16, p. 74–85, 2013. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/hygeia/article/view/21027. Acesso em: 6 jul. 2022.

Edição

Seção

Artigos