Maio de 68: contribuições para nascer a primeira universidade de tecnologia na França

Conteúdo do artigo principal

Marizete Righi Cechin
https://orcid.org/0000-0001-7651-8082
Luiz Alberto Pilatti
https://orcid.org/0000-0003-2679-9191
Bruno Ramond
https://orcid.org/0000-0001-7772-8989

Resumo

No mês de maio de 1968 ocorreram muitas manifestações de estudantes e de trabalhadores por toda a França e também em vários outros países. Paris foi o epicentro e o movimento ficou conhecido como Maio de 68. Entre as reinvindicações dos estudantes estava o desejo por melhores condições físicas e didáticas das universidades e a ampliação do sistema universitário francês. O objetivo deste estudo é apresentar as contribuições do Maio de 68 para a ampliação do sistema universitário na França, sobretudo para a criação da universidade de tecnologia. O estudo é bibliográfico. Os resultados evidenciam que o movimento motivou a aprovação da Lei n° 68-978, de 12/11/1968, que trata da orientação do ensino superior Francês, ampliou o número de universidade no país, criou um novo mapa para as universidades, promoveu a divisão da Universidade de Paris em 13 unidades, a partir de 1971. O Maio de 68 também foi um motivo a mais para criar a primeira universidade de tecnologia da França, a Universidade de Tecnologia de Compiègne, em 1972. Conclui-se que o Maio de 68 foi a oportunidade concreta que faltava para a efetivação de longas reflexões na França para remodelar a estrutura da universidade vinda desde a era de Napoleão Bonaparte.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Detalhes do artigo

Como Citar
Cechin, M. R. ., Pilatti, L. A. ., & Ramond, B. . (2020). Maio de 68: contribuições para nascer a primeira universidade de tecnologia na França. Cadernos De História Da Educação, 20(Contínua), e013. https://doi.org/10.14393/che-v20-2021-13
Seção
Artigos
Biografia do Autor

Marizete Righi Cechin, Universidade Tecnológica Federal do Paraná (Brasil)

https://orcid.org/0000-0001-7651-8082
http://lattes.cnpq.br/5258243347570564
mrcechin@utfpr.edu.br

Luiz Alberto Pilatti, Universidade Tecnológica Federal do Paraná (Brasil)

Bolsista de Produtividade em Pesquisa do CNPq
https://orcid.org/0000-0003-2679-9191
http://lattes.cnpq.br/4854832473320818
lapilatti@utfpr.edu.br

Bruno Ramond, Universidade de Tecnologia de Compiègne (França)

https://orcid.org/0000-0001-7772-8989
bruno.ramond@utc.fr

Referências

ARTIÈRES, Philippe. Jean-Pierre Duteuil, les anars de Nanterre et le Mouvement de 22 mars. 68, une histoire collective 1962-1981. Paris: La Découverte, 2008. p. 189–190.

ARTIÈRES, Philippe; ZANCARINI-FOURNEL, Michelle. 68 une histoire collective 1962-1981. Paris: La Découverte, 2008.

BOAVENTURA, Edivaldo M. A construção da universidade baiana: objetivos, missões e Afrodescendência. Salvador/BA, Brasil: EDUFBA, 2009. https://doi.org/10.7476/9788523208936

CALINON, Thomas. Juin meurtrier à Sochaux. Libération, Acesso em 29/06/2017, 2008. Disponível em: http://www.liberation.fr/grand-angle/2008/05/30/juin-meurtrier-a-sochaux_ 72909.

CECHIN, Marizete Righi. Estudo comparativo entre a Universidade Tecnológica Federal do Paraná e as universidades de tecnologia da França. 2019. (Tese) Programa de Pós-Graduação em Ensino de Ciência e Tecnologia, Ponta Grossa/Paraná, 2019. Disponível em: http://repositorio.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/4041. Acesso em: 5 ago. 2019.

DESVIGNES, Arnaud. La rupture de la loi Faure de 1968. In: LUC, JEAN-NOËL; MÉCHINE, STÉPHANIE; PICARD, EMMANUELLE (Org.). . Les archives universitaire: de nouvelles sources pour l’histoire de l’enseignement supérieur et de la recherche. Paris: Université Paris Sorbonne, 2014. p. 31–40.

DUPIRE, Vicent. Enquêtes de région: Quel mai 68 en Hauts-de-France ? . France: France 3 Hauts-de-France. 2018. Disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=-00ztZZD5o8. Acesso em: 3 jun. 2020.

FILHO, Naomar de Almeida. A universidade brasileira num contexto globalizado de mercantilização do ensino superior: colleges vs. Vikings. Revista Lusófona de Educação, v. 32, p.11–30, 2016. Disponível em: http://revistas.ulusofona.pt/index.php/rleducacao/article/view/5508. Acesso em: 1 jan. 2016.

FRANCE. Loi n° 68-978 du 12 novembre 1968 d’orientation de l’enseignement superior. Journal Officiel de la Republique Française, p. 10579–10586, 13 nov. 1968. Disponível em: https://www.legifrance.gouv.fr/jo_pdf.do?id=JORFTEXT000000693185&pageCourante=10579. Acesso em: 24 maio 2017.

HEES, Jean Luc. Le roman de mai 68. Monaco/FRANCE: Du Rocher, 2008.

KLEIN, William. El espíritu de Mayo del 68, grands soirs et petit matins. . France: Historia Tv. Disponível em: . Acesso em: 3 jun. 2020, 2015.

LEQUIN, Yves-Claude. Des universités de technologie en villes moyennes: origine, implantation et effets. In: LEVY, RACHEL; SOLDANO, CATHERINE; CUNTIGH, PHILIPPE (Org.). . L’université et ses territoires. Grenoble: Presses Universitaires de Grenoble, 2015. p. 77–95. Disponível em: .

LEQUIN, Yves-Claude; LAMARD, Pierre. Compiègne, 1972 : L’université de technologie est -elle enfant de 1968 ? In: POUCET, BRUNO; VALENCE, DAVID (Org.). La loi Edgar Faure. Paris: Presses Universitaires de Rennes, 2016. p. 177–192. Disponível em: www.pur-editions.fr. https://doi.org/10.4000/books.pur.46715

NU-SOL. Dossiê 68 (coletânea): em maio ... ocupe o que quiser. Revista de Sociologia -Verve, v.13, p.84–121, 2008. Disponível em: https://revistas.pucsp.br/index.php/verve/article/view/5200. Acesso em: 23 maio 2017.

PAPILLON, Jean. L’université en panne? Le Figaro, p. 9, maio 1968.

PLENEL, Edwy; AZZOUZI, Rachilda El. Mai-68 : entretien avec celles et ceux qui l’ont vécu (1/2). Mediapart. France: Mediapart. Disponível em: . Acesso em: 4 jun. 2020a. , 2018

PLENEL, Edwy; AZZOUZI, Rachilda El. Mai-68 : entretien avec celles et ceux qui l’ont vécu (2/2). . France: Mediapart. Disponível em: . Acesso em: 4 jun. 2020b. , 2018

PRADAL, Fernanda Ferreira; RESENDE, Noelle. 50 anos de Maio de 1968: controvérsias, ressonâncias e atualizações. Direito & Práxis, v. 9, n. 2, p. 577–586, 2018. Disponível em: . Acesso em: 18 maio 2020.

ROTMAN, Patrick. Mai 68 ranconté à ceux qui ne l’ont pas vécu. Paris: Paris VI, 2008.
SANTANA, Selene Aldana. Los 68. Paris-Praga-Mexico, de Carlos Fuentes. Sociológica, n. 68, p.229–235, 2008. Disponível em: http://www.sociologicamexico.azc.uam.mx/index.php/ Sociologica/article/view/171/162. Acesso em: 2 jun. 2020.

SÉNAT. Projet de loi relatif aux libertés des universités. Disponível em: https://www.senat.fr/rap/l06-372/l06-3722.html. Acesso em: 23 ago. 2017.

SOARES, Maria Lucia de Amorim; PETARNELL, Leandro. 1968, o ano que ainda faz pensar: intelectuais indagam sobre a irrupção dos jovens NA SOCIEDADE INDUSTRIAL. Avaliação, v.14, n.2, p.337–350, 2009. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/aval/v14n2/ a06v14n2.pdf. Acesso em: 8 maio 2018. https://doi.org/10.1590/S1414-40772009000200006

TEIXEIRA, Sandra Oliveira. O protagonismo da juventude estudantil alemã no Maio de 68. Revista em Pauta, v. 16, n. 42, p. 215–227, 2019. Disponível em: https://www.e-publicacoes.uerj.br/index.php/revistaempauta/article/view/39433. Acesso em: 1 jun. 2020. https://doi.org/10.12957/rep.2018.39433

THIOLLENT, Michel. Maio de 1968 em Paris: testemunho de um estudante. Tempo Social, v. 10, n. 2, p. 63–100, 1998. Disponível em: www.scielo.br/pdf/ts/v10n2/v10n2a06.

UTC. Catalogue des unités de valeur (UV) 2019 / 2020. Compiègne: UTC/Sorbonnne Universites, 2019a. Disponível em: https://www.utc.fr/fileadmin/user_upload/SITE-UTC/documents/Documentations/2019/Guide_UV2019-20.pdf. Acesso em: 16 jun. 2020.

UTC. Guide de l’étudiant 2019/2020. Compiègne, France: UTC/Sorbonnne Universites, 2019b. Disponível em: https://www.utc.fr/fileadmin/user_upload/SITE-UTC/documents/Documentations/ 2019/Guideetu2019-20.pdf. Acesso em: 16 jun. 2020.

UTC. L’UTC: 40 ans d’histoire de’innovation. Compiègne/France: Compiègne, 2013.

UTFPR. Relatório de gestão - versão resumida - 2018. . Curitiba: UTFPR. Disponível em: http://portal.utfpr.edu.br/comunicacao/produtos/relatorio-de-gestao/relatorio-de-gestao-2018-versao -resumida.pdf/view. Acesso em: 12 jun. 2020, 2019.

VIANA, Ana Letícia Melo. 1968: estado & liberdade. 2016. 76 f. Universidade de Brasília, 2016. Disponível em: http://www.repositorio.unb.br/bitstream/10482/22492/1/2016_Ana LetíciaMeloViana.pdf.


ZANCARINI-FOURNEL, Michelle. L’épicentre. 68 une histoire collective 1962-1981. Paris: La Découverte, 2008. p. 210–269.