Morfologia urbana e estruturação da cidade: aspectos sobre cidades de porte médio do estado de São Paulo

Autores

  • Vitor Koiti Miyazaki Universidade Federal de Uberlândia (UFU)

Resumo

As modificações verificadas na configuração territorial das cidades ao longo das últimas décadas, principalmente no que se refere a características como a dispersão e a descontinuidade, têm evidenciado a importância do estudo da forma e da morfologia urbana. Além disso, é importante salientar que para além das grandes cidades e metrópoles, vários centros urbanos menores têm passado por modificações importantes ao longo dos últimos anos. É a partir destas considerações que este texto aborda a análise da forma e da morfologia urbana, dando ênfase à um conjunto de cidades de porte médio do estado de São Paulo que, embora estejam situados fora do contexto metropolitano, têm apresentado mudanças expressivas em suas configurações territoriais nas últimas décadas. Para tanto, foram realizadas pesquisas bibliográficas sobre o tema, bem como levantamento de dados e informações sobre o recorte territorial analisado. Os resultados obtidos mostram que as lógicas e os interesses inerentes ao processo de produção do espaço têm levado à constituição de formas urbanas associadas a uma estrutura cada vez mais complexa no que se refere aos conteúdos, usos e configuração territorial, mesmo considerando-se cidades de porte médio de diferentes contextos regionais. Isto porque se constatou, principalmente nas últimas décadas, fortes tendências à dispersão por meio de áreas urbanas cada vez mais distantes e descontínuas territorialmente em relação ao centro principal, além de transformações atreladas à diferenciação social e espacial.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Vitor Koiti Miyazaki, Universidade Federal de Uberlândia (UFU)

Doutor em Geografia (UNESP, Campus de Presidente Prudente). Professor da Universidade Federal de Uberlândia, Campus Pontal - Ituiutaba-MG

Downloads

Publicado

2015-12-31