ESCOLA FAMÍLIA AGRÍCOLA 19 DE MAIO: possibilidades de formação em Campo Florido, MG

Autores

  • Terezinha Tomaz de oLIVEIRA Universidade Federal de Uberlandia
  • Adriany de Avila Melo Sampaio Universidade Federal de Uberlandia

Resumo

Iniciadas na França na década de 1930, as Escolas Família Agrícola (EFA) foram implementadas no Brasil no final da década de 1960 com o Movimento de Educação Promocional do Espírito Santo (MEPS). O principal diferencial das EFAs eram os cursos integrados em momentos de estudo e trabalho, nos quais os alunos interagiam com escola e família, aprendendo nos dois lugares. A Escola Família Agrícola 19 de Maio de Campo Florido-MG foi organizada também nessa perspectiva de educação e trabalho de forma integrada, com a alternância dos espaços de aprendizagem, na escola e no meio rural, com o aluno ajudando a própria família e aplicando o que aprendeu teoricamente no âmbito da família. A EFA 19 de Maio, exemplo de iniciativa e organização popular, aconteceu pela ação de trabalhadores rurais assentados preocupados em oferecer uma educação de qualidade para seus filhos e ao, mesmo tempo, motivá-los a permanecerem na terra. 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Terezinha Tomaz de oLIVEIRA, Universidade Federal de Uberlandia

Professora da Educação Básica

Laboratório de Geografia e Educação Popular

Grupo de pesquisa Espaços de Educação e Espiritualidade

Universidade Federal de Uberlândia

Adriany de Avila Melo Sampaio, Universidade Federal de Uberlandia

Professora Doutora do Instituto de Geografia

Laboratório de Geografia e Educação Popular

Grupo de pesquisa Espaços de Educação e Espiritualidade

Universidade Federal de Uberlândia

Downloads

Publicado

2019-10-05