SALÁRIO E PROFISSÃO DOCENTE NO BRASIL: POR UMA EFETIVA POLÍTICA PÚBLICA DE VALORIZAÇÃO DOCENTE

Autores

  • Daniel de Freitas Nunes Programa de Pós-Graduação em Educação, Faculdade de Educação, Universidade de Brasília - FE/UnB
  • Etiene Fabbrin Pires Curso de Ciências Biológicas, Universidade Federal do Tocantins, Campus Universitário de Porto Nacional - TO

Resumo

O presente artigo propõe discutir a questão da valorização salarial da profissão docente no Brasil a partir da defesa de uma política pública de valorização da categoria que vá além do estabelecimento do piso nacional dos profissionais do magistério da educação básica. Para tal, parte-se de uma breve revisão de diferentes trabalhos na área da formação de trabalho docente no Brasil além de estudos comparativos internacionais que convergem no assunto salário enquanto fator associado ao prestígio social da profissão e a qualidade dos sistemas públicos de ensino. Posteriormente, apresenta-se uma sinopse quantitativa a partir de diferentes fontes sobre a situação salarial do professor no Brasil e o consequente prestígio social da profissão, discutindo a questão da valorização salarial a partir da necessidade de um efetiva política pública de valorização salarial da classe docente face ao protagonismo do estado brasileiro na contratação da mão de obra docente. Conclui-se que a situação de baixos salários, a baixa atratividade e o baixo prestígio social da profissão e o consequente baixo desempenho do sistema público de ensino nacional comprometem a capacidade do estado brasileiro em competir no mercado global do conhecimento, ao passo que uma efetiva política pública de valorização salarial pode sinalizar a emancipação social da classe. 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Daniel de Freitas Nunes, Programa de Pós-Graduação em Educação, Faculdade de Educação, Universidade de Brasília - FE/UnB

Graduado em Licenciatura Plena em História pela Universidade Federal do Tocantins. Desenvolve pesquisa na área de história da educação com ênfase em classes populares e educação superior pública e formação inicial de professores.Tem experiência em avaliação institucional no que diz respeito à políticas de assistência estudantil. Mestrando em educação pela Universidade de Brasília (UnB), membro do Grupo de Estudo e Pesquisa sobre Formação e Atuação de Professores/Pedagogos - GEPFAPe - UnB.

 

Etiene Fabbrin Pires, Curso de Ciências Biológicas, Universidade Federal do Tocantins, Campus Universitário de Porto Nacional - TO

Possui Licenciatura em Ciências Biológicas pela Universidade Federal de Santa Maria (2001), mestrado (2003), doutorado (2008) e pós-doutorado (2009) em Geociências pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul . Atualmente é Professora Adjunto III da Universidade Federal do Tocantins, onde atua na Graduação (modalidades Bacharelado e Licenciatura) e na pós-graduação (Mestrado em Ecologia de Ecótonos).

Downloads

Publicado

2014-11-15

Como Citar

NUNES, D. de F.; PIRES, E. F. SALÁRIO E PROFISSÃO DOCENTE NO BRASIL: POR UMA EFETIVA POLÍTICA PÚBLICA DE VALORIZAÇÃO DOCENTE. Brazilian Geographical Journal, Ituiutaba, v. 5, n. 2, 2014. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/braziliangeojournal/article/view/24704. Acesso em: 25 abr. 2024.