AVES DO CAMPUS DA UNIVERSIDADE ESTADUAL DE GOIÁS, MUNICÍPIO DE IPORÁ, BRASIL

Autores

  • Daniel Blamires Universidade Estadual de Goiás

Resumo

O objetivo deste estudo foi inspecionar a estrutura da comunidade de aves no Campus da UEG em Iporá, no centro-oeste goiano. Os dados foram amostrados semanalmente entre Abril de 2009 a Março de 2010, totalizando 48 visitas à área. Quarenta e seis espécies de 21 famílias foram registradas no Campus, sendo Tyrannidae a família com maior riqueza (9 ou 19,5%). A curva acumulativa segundo Mao Tau aproximando-se da distribuição assintótica, e o número estimado de espécies segundo Jackknife1 de 54,25 demonstraram que a riqueza foi razoavelmente obtida. A análise de similaridade de Ochiai entre este estudo com outros três inventários avifaunísticos de Iporá sugere que a fisionomia e a atividade antrópica das áreas influencia na composição específica. A inspeção das categorias tróficas demonstrou um predomínio de espécies onívoras, tal como esperado para avifaunas sinântropas, e as categorias de uso do hábitat demonstraram um predomínio de espécies essencialmente florestais e associadas a ambientes campestres. Este estudo demonstrou a importância do Campus, como área pouco pavimentada e mais arborizada, para a conservação de uma avifauna.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Daniel Blamires, Universidade Estadual de Goiás

Mestre em biologia - modalidade ecologia -, e doutor em ciências ambientais pela UFG-Goiânia. Professor efetivo da UEG-Iporá, em regime de dedicação exclusiva.

Downloads

Publicado

2013-07-31