Análise bioestratinômica de Eremotherium laurillardi (Lund, 1842) de depósitos pleistocênicos, município de Itaituba, Pará.

Autores

  • Denys José Xavier Ferreira Museu Paraense Emílio Goeldi
  • Maria Inês Feijó Ramos Museu Paraense Emílio Goeldi

Resumo

<!-- /* Font Definitions */ @font-face {font-family:"Cambria Math"; panose-1:2 4 5 3 5 4 6 3 2 4; mso-font-charset:0; mso-generic-font-family:roman; mso-font-pitch:variable; mso-font-signature:-1610611985 1107304683 0 0 159 0;} /* Style Definitions */ p.MsoNormal, li.MsoNormal, div.MsoNormal {mso-style-unhide:no; mso-style-qformat:yes; mso-style-parent:""; margin:0cm; margin-bottom:.0001pt; mso-pagination:widow-orphan; font-size:12.0pt; font-family:"Times New Roman","serif"; mso-fareast-font-family:"Times New Roman";} .MsoChpDefault {mso-style-type:export-only; mso-default-props:yes; font-size:10.0pt; mso-ansi-font-size:10.0pt; mso-bidi-font-size:10.0pt;} @page WordSection1 {size:612.0pt 792.0pt; margin:70.85pt 3.0cm 70.85pt 3.0cm; mso-header-margin:36.0pt; mso-footer-margin:36.0pt; mso-paper-source:0;} div.WordSection1 {page:WordSection1;} -->

O presente trabalho trata do estudo bioestratinômico da preguiça terrícola Eremotherium laurillardi (Lund, 1842) encontrada em um sítio deposicional do Pleistoceno no município de Itaituba, Pará. O material estudado compreende cerca de 800 peças ósseas fragmentadas e não fragmentadas (sin-crânio e pós-crânio) catalogadas no acervo paleontológico do Museu Paraense Emílio Goeldi. O estudo bioestratinômico revelou que a tafocenose é monoespecífica, com deposição in situ. A necrólise ocorreu em um ambiente aeróbico. Entretanto, a presença parcial e pontual nos forames e canais da costela e dente analisados apontam para um microambeinte redutor localizado em torno dos ossos. Vestígios de fragmentação, abrasão e desgaste por transporte dos restos esqueléticos pequeno e/ou inexistente e sem feições bioerosivas, atestando catastrofismo do evento geológico.

Palavras-chave: Bioestratinomia, Eremotherium laurillardi, Pleistoceno, Itaituba (Pa).

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2011-07-02