O PROCESSO DE AGLOMERAÇÃO URBANA: DOS MAPAS TEMÁTICOS A UM PRIMEIRO ESFORÇO DE MODELIZAÇÃO GRÁFICA

Autores

  • Vitor Koiti Miyazaki Universidade Federal de Uberlândia

Resumo

A modelização gráfica constitui-se em importante meio de representação e análise espacial. Foi desenvolvida na França por Roger Brunet ainda na década de 1980 e posteriormente difundida no Brasil. Por meio da modelização, é possível apreender as estruturas elementares do território, permitindo perceber e captar as diferentes dinâmicas espaciais. Nesse sentido, apresentamos um primeiro esforço de modelização gráfica para o estudo do processo de aglomeração urbana, compreendida como a junção ou articulação de áreas urbanas por meio da continuidade espacial e/ou territorial. Para tanto, nos apoiamos em um conjunto de mapas temáticos elaborados a partir de pesquisa desenvolvida em Presidente Prudente e cidades do entorno, considerando não só a continuidade territorial do tecido urbano, mas também a continuidade espacial, caracterizada pelos fluxos. A partir da articulação das informações representadas por estes mapas, elaboramos o modelo gráfico do processo de aglomeração urbana em Presidente Prudente, a partir do qual foi possível compreender as estruturas básicas ligadas às dinâmicas de hierarquia, fluxos, integração e continuidade/descontinuidade territorial.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Vitor Koiti Miyazaki, Universidade Federal de Uberlândia

Professor do Curso de Geografia da FACIP/UFU. Doutorando do PPGG/FCT/UNESP.

Downloads

Publicado

2010-12-26