Calcário e silicato aplicados em eucalipto: efeito no solo e na planta

Authors

  • Juliana Cristina da Silva Universidade Federal de Uberlândia
  • Lísias Coelho Universidade Federal de Uberlândia

Abstract

A escória siderúrgica, constituída de silicato de cálcio, é uma alternativa para a correção da necessidade de Ca e Mg dos solos. O presente trabalho foi desenvolvido Fazenda Floresta do Lobo - Uberlândia-MG, para avaliar os efeitos da silicatagem como fonte de Si, Ca e Mg no desenvolvimento do eucalipto em comparação à calagem. O experimento foi instalado sobre um LATOSSOLO VERMELHO Distrófico típico, em 30/11/2005, em DIC, em esquema fatorial 5x2 para a comparação de duas fontes de corretivos de acidez, com cinco doses e cinco repetições. Os tratamentos referentes às doses de escória e calcário dolomítico foram: 0, 0,375, 0,75, 1,5 e 3 t ha-1. A escória proporcionou maior fornecimento de Si quando comparada com o calcário, sendo que a dose de 4,02 t ha-1 proporcionou o maior teor de Si no solo. Quanto ao teor de Mg, este foi fornecido em maior quantidade pelo calcário dolomítico na dose de 3,72 t ha-1. Analisando o teor de Ca e o DAP observa-se que não houve diferença significativa entres as fontes. O mínimo teor de Ca foi encontrado na dose de 0,25 t ha-1 de corretivo, sendo que a partir desse valor o teor de nutriente aumenta. Já para o DAP observa-se acréscimo para essa variável. O máximo valor de DAP é alcançado com 2,89 t ha-1, em média de dose. Concluir-se que os corretivos aumentaram o teor de Ca, Mg e DAP, e que a escória além de fornecer Si é uma alternativa adequada para o calcário.

Downloads

Download data is not yet available.

Published

2010-12-28

How to Cite

SILVA, J.C. da and COELHO, L., 2010. Calcário e silicato aplicados em eucalipto: efeito no solo e na planta . Bioscience Journal [online], vol. 26, no. 6, pp. 919–924. [Accessed29 November 2022]. Available from: https://seer.ufu.br/index.php/biosciencejournal/article/view/7238.

Issue

Section

Agricultural Sciences