Consórcio de feijoeiro e milho-verde na entressafra. II- Comportamento das cultivares de milho

Authors

  • Neli Cristina Belmiro dos Santos Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios
  • Orivaldo Arf Universidade Estadual Paulista
  • Lauro Kenji Komuro Escola Técnica Estadual Sebastiana Augusta de Moraes

Abstract

A demanda de espigas verdes, a produção de grãos de feijão de qualidade e o melhor aproveitamento dos recursos terra e água podem ser viabilizados pelos pequenos produtores através do consórcio das culturas do milho e feijão na entressafra. O experimento foi desenvolvido em área experimental da Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios- Pólo Extremo Oeste, no município de Andradina-SP, durante os anos de 2005 e 2006. O objetivo foi verificar o comportamento de cultivares de milho colhido verde em cultivo solteiro e consorciado com o feijoeiro de diferentes hábitos de crescimento. O delineamento experimental foi o de blocos ao acaso com 8 tratamentos constituídos pela combinação de duas cultivares de milho: CATIVERDE 02 (variedade) e XB 7012 (híbrido) e três cultivares de feijoeiro de diferentes hábitos de crescimento: IPR Colibri (Tipo I), IPR Juriti (Tipo II) e IAC Carioca (Tipo III), com quatro repetições. Os desdobramentos foram realizados utilizando-se contrastes de interesse e os dados obtidos analisados a partir do teste "F��?. As cultivares de milho sofreram pouca influência do consórcio com o feijoeiro. O híbrido XB 7012 foi o mais produtivo tanto em consórcio como em monocultivo. Os melhores consórcios para o produtor foram do milho híbrido XB 7012 com as cultivares de feijão IPR Colibri e IPR Juriti.

Downloads

Download data is not yet available.

Published

2010-12-28

How to Cite

SANTOS, N.C.B. dos, ARF, O. and KOMURO, L.K., 2010. Consórcio de feijoeiro e milho-verde na entressafra. II- Comportamento das cultivares de milho . Bioscience Journal [online], vol. 26, no. 6, pp. 873–881. [Accessed27 February 2024]. Available from: https://seer.ufu.br/index.php/biosciencejournal/article/view/7221.

Issue

Section

Agricultural Sciences