Utilização de matéria orgânica para o controle de nematóide das galhas em alface sob cultivo protegido

Authors

  • Glênio Gomes Nazareno Universidade de Brasília
  • Ana Maria Resende Junqueira Universidade de Brasília
  • José Ricardo Peixoto Universidade de Brasília

Abstract

Foi avaliado o efeito da matéria orgânica no desenvolvimento de nematóides na cultura de alface cv. Verônica. Utilizaram-se esterco bovino e cama de frango, dois insumos usados pelos olericultores na produção de hortaliças. O experimento foi conduzido na Estação Experimental de Biologia, Universidade de Brasília, em casa de vegetação e utilizando vasos, de julho a novembro de 2008. O delineamento experimental foi parcelas subdivididas 3x10 sendo duas raças de M. incognita (raças 1 e 3) e a espécie M. javanica usadas como parcelas e os 10 tratamentos de adubação como subparcelas: 1 - testemunha (sem adubação); 2 - adubação química; quatro doses de esterco bovino (3, 4, 5, 6) - com base em 3,0 kg/m2: 3 - 50%, 4 - 100%, 5 - 150% e 6 - 200%; quatro doses de cama de frango (7, 8, 9, 10)- com base em 1,2 kg/m2: 7 - 50%, 8 - 100%, 9 - 150% e 10 - 200%. A inoculação dos nematóides em alface, com aproximadamente 5.000 ovos e eventuais juvenis por planta, foi realizada 15 dias após o transplante. Avaliou-se a produção de massa fresca e seca da parte aérea da planta, massa fresca da raiz, número de galhas e massa de ovos. O nematóide Meloidogyne javanica se mostrou menos afetado, em suas características biológicas, pelos adubos utilizados, sendo mais agressivo para a planta. Meloidogyne incognita raças 1 e 3, por outro lado, se mostraram mais suscetíveis e mais sensíveis ao esterco bovino, um indicativo de que esse esterco possa apresentar efeito supressivo sobre essa espécie.

Downloads

Download data is not yet available.

Published

2010-09-01

How to Cite

NAZARENO, G.G., JUNQUEIRA, A.M.R. and PEIXOTO, J.R., 2010. Utilização de matéria orgânica para o controle de nematóide das galhas em alface sob cultivo protegido . Bioscience Journal [online], vol. 26, no. 4, pp. 579–590. [Accessed28 November 2022]. Available from: https://seer.ufu.br/index.php/biosciencejournal/article/view/7151.

Issue

Section

Agricultural Sciences