Caracterização físico-química, bioquímica e energética da água residuária do café processado por via úmida

Authors

  • Cláudio Milton Montenegro Campos Universidade Federal de Lavras
  • Marco Antônio Calil Prado Universidade Federal de Lavras
  • Erlon Lopes Pereira Universidade Federal de Lavras

Abstract

O café processado por via úmida, além de consumir grandes volumes de água, gera águas residuárias ricas em compostos orgânicos e inorgânicos. Nesta pesquisa estudou-se as características e o potencial poluidor das águas residuárias do processamento por via úmida do café coco. Os valores médios encontrados foram de 16.452 mg L-1, 9.011 mg L-1, 4,54; 4,9 dS m-1; 2,56%; 99,9 mg L-1; 954,2 mg L-1 e 194 mg L-1, em termos de DQO, DBO5, pH, condutividade, salinidade, nitrogênio total, compostos fenólicos e óleos&graxas, respectivamente. Os resultados das análises bromatológicas realizadas, foram respectivamente: 44.667 mg L-1, 1.067 mg L-1, 0,44%, 1.315 mg L-1, 1.189 mg L-1 e 97,32%, em termos de açúcares totais, amido, proteína, pectina total, pectina solúvel e umidade, demonstrando o seu elevado potencial poluidor. Caso não sejam tratadas adequadamente, essas águas podem poluir severamente o meio ambiente, especialmente os recursos naturais água e solo e, consequentemente, a atmosfera. Os altos valores encontrados para a DBO5 estão acima dos valores dos efluentes domésticos, curtumes, laticínios, bebidas e fábricas de conservas. Os altos valores de salinidade e condutividade elétrica demonstraram grau de restrição severo quanto ao uso destas ARC na irrigação. Os elevados valores de compostos orgânicos nestes mesmos efluentes demonstram a viabilidade do tratamento anaeróbio com geração de biogás como insumo energético.

Downloads

Download data is not yet available.

Published

2010-09-01

How to Cite

CAMPOS, C.M.M., PRADO, M.A.C. and PEREIRA, E.L., 2010. Caracterização físico-química, bioquímica e energética da água residuária do café processado por via úmida . Bioscience Journal [online], vol. 26, no. 4, pp. 514–524. [Accessed13 July 2024]. Available from: https://seer.ufu.br/index.php/biosciencejournal/article/view/7129.

Issue

Section

Agricultural Sciences