Perdas quantitativas na colheita mecanizada de soja em diferentes condições operacionais de duas colhedoras

Authors

  • Stefânia Caixeta Magalhães UNESP/Jaboticabal
  • Beatriz Costa Oliveira Syngenta Seeds
  • Anderson Toledo UNESP/Jaboticabal
  • Rubens Andre Tabile UNESP/Jaboticabal
  • Rouverson Pereira Silva UNESP/Jaboticabal

Keywords:

Colhedora, velocidade de deslocamento, Glycine max

Abstract

A perda de grãos durante a colheita mecanizada está entre os principais problemas encontrados na produção de soja. Diante disso, este trabalho objetivou caracterizar as perdas quantitativas no sistema de colheita mecanizada em área de produção comercial de grãos de soja, em função da velocidade de deslocamento e do modelo das colhedoras. A colheita foi realizada utilizando-se delineamento inteiramente casualizado, em esquema fatorial 2x2, sendo os tratamentos compostos por dois modelos de colhedoras operando em duas velocidades de deslocamento, 4,0 a 4,5 km h-¹ e de 6,0 a 7,0 km h-¹, com cinco repetições. Foram utilizadas colhedoras Massey Ferguson 5650, Advanced, ano 2003 e Massey Ferguson 5650, ano 2004. Foram avaliadas as perdas de grãos de soja ocasionadas pelos sistemas de limpeza, de separação, por deficiência de corte na plataforma da colhedora e as perdas totais. Concluiu-se as perdas no sistema de separação foi influenciada pela colhedora, as demais variáveis não tiveram alterações significativas e que as perdas no sistema de limpeza apresentaram maior contribuição para as perdas totais.

Downloads

Download data is not yet available.

Published

2009-10-30

How to Cite

MAGALHÃES, S.C., OLIVEIRA, B.C., TOLEDO, A., TABILE, R.A. and SILVA, R.P., 2009. Perdas quantitativas na colheita mecanizada de soja em diferentes condições operacionais de duas colhedoras . Bioscience Journal [online], vol. 25, no. 5. [Accessed16 May 2022]. Available from: https://seer.ufu.br/index.php/biosciencejournal/article/view/6983.

Issue

Section

Agricultural Sciences