Caracteres agronômicos e nutricionais de genótipos de milho doce

Authors

  • André Ferreira Pereira Programa de Pos-Graduacao em Agronomia, Universidade Federal de Goias
  • Patrícia Guimarães Santos Melo Escola de Agronomia e Engenharia de Alimentos, Universidade Federal de Goias
  • Jaqueline Magalhães Pereira Programa de Pos-Graduacao em Agronomia, Universidade Federal de Goias
  • Aracelle Assunção Programa de Pos-Graduacao em Agronomia, Universidade Federal de Goias
  • Abadia dos Reis Nascimento Programa de Pos-Graduacao em Agronomia, Universidade Federal de Goias
  • Paulo Alcanfor Ximenes Escola de Agronomia e Engenharia de Alimentos, Universidade Federal de Goias

Keywords:

produtividade, prolificidade, absorção atômica.

Abstract

O cultivo do milho doce pode ser uma alternativa aos agricultores do país, principalmente para os mais próximos às indústrias de processamento. Existem programas de melhoramento genético que buscam novas cultivares de milho doce com características industriais adaptadas à determinadas condições edafoclimáticas. Aliado a isso, pode-se desejar cultivares com maiores teores de ferro, zinco e pró-vitamina. Diante desses aspectos e da importância alimentar do milho doce, o presente trabalho teve como objetivo avaliar a produtividade de espigas com palhas, rendimento industrial e variabilidade dos teores de minerais nos grãos verdes de genótipos de milho doce e indicar possíveis materiais com maiores teores na composição sua mineralógica, em Goiânia, GO. O trabalho foi conduzido na área experimental e no laboratório de análises de solos e folhas (LASF) da Universidade Federal de Goiás (EA/ UFG), localizada no município de Goiânia, GO. Foram utilizados 22 genótipos de milho doce, plantados em um delineamento de blocos completos casualisados com quatro repetições. Foram avaliadas a produtividade de espigas com palhas, a porcentagem de rendimento industrial, altura de plantas, altura de espigas, prolificidade e as concentrações de Ca, Mg, Fe, Cu, Zn e Mn, em espectrômetro de absorção atômica. Foram detectadas diferenças para a produtividade de espigas com palhas, rendimento industrial, altura de plantas, altura de espigas, prolificidade e para a concentração de Mn. Dessa forma, a utilização destes caracteres pode ser utilizada na identificação de genótipos superiores para o melhoramento do milho doce.

Downloads

Download data is not yet available.

Published

2009-02-27

How to Cite

FERREIRA PEREIRA, A., GUIMARÃES SANTOS MELO, P., MAGALHÃES PEREIRA, J., ASSUNÇÃO, A., DOS REIS NASCIMENTO, A. and ALCANFOR XIMENES, P., 2009. Caracteres agronômicos e nutricionais de genótipos de milho doce. Bioscience Journal [online], vol. 25, no. 1. [Accessed26 November 2022]. Available from: https://seer.ufu.br/index.php/biosciencejournal/article/view/6828.

Issue

Section

Artigos