Formas de aplicação de inoculante e seus efeitos na cultura da soja

Authors

  • Santiel Alves Vieira Neto
  • Fábio Ribeiro Pires
  • Carlos César Evangelista Menezes
  • Alessandro Guerra Silva
  • Renato Lara de Assis
  • Gilson Pereira Silva
  • June Faria Scherrer Menezes

Keywords:

Glycine max, nodulação, solo cultivado e nao-cultivado, rendimento da soja.

Abstract

O uso de inoculantes na cultura da soja tem sido uma tecnologia frequentemente recomendada para viabilizar a producao de graos. Atualmente, tem-se difundido a aplicacao de inoculante no sulco de semeadura na cultura da soja, todavia, sao necessarias informacoes que comprovem sua eficiencia em diferentes ambientes. O presente trabalho teve como objetivo avaliar a viabilidade da aplicacao de inoculantes na cultura da soja, via semente e sulco de semeadura, em solo ja cultivado e nao cultivado com a cultura da soja. Foram conduzidos dois experimentos a campo, seguindo a mesma metodologia e tratamentos, porém em dois locais distintos, com e sem cultivo anterior de soja, implantados em dezembro de 2004. Foram testados oito tratamentos: 1) inoculacao via semente (inoculante+fungicida+micronutriente), 2) sem inoculacao (fungicida+micronutriente), 3) testemunha (semente pura, sem tratamento), 4) aplicacao no sulco-dose1 (dose recomendada no sulco), 5) aplicacao no sulco-dose2 (duas vezes a dose recomendada no sulco), 6) aplicacao no sulco-dose3 (três vezes a dose recomendada no sulco), 7) sulco-dose1+inoculacao via semente, e 8) adubacao com N (200 kg ha-1 N). Foram avaliados altura de plantas; matéria seca da parte aérea; teor foliar de nutrientes e ao final do ciclo da soja, rendimento de grãos, número de vagens por planta, peso de 100 sementes e teor de N nos grãos. A adubacao com N-fertilizante acarretou maior altura de plantas no solo não cultivado anteriormente com a cultura da soja, e maior quantidade de matéria seca das plantas de soja, tanto no solo já cultivado quanto no solo ainda não cultivado com soja. O rendimento na area já cultivada anteriormente com a cultura da soja não foi afetada pela forma de inoculacao. A aplicacao via sulco mostrou-se como prática viável em razão da semelhança dos resultados obtidos com a aplicacao tradicional, via semente.

Downloads

Download data is not yet available.

Author Biography

Fábio Ribeiro Pires

Eng. Agronomo pela UFES, e MS e DS pela UFV, fui professor da Fesurv-Universidade de Rio Verde. Atualmente sou professor do Centro Universitário Norte do Espirito Santo/UFES, na área de Solos.

Published

2008-06-04

How to Cite

VIEIRA NETO, S.A., RIBEIRO PIRES, F., EVANGELISTA MENEZES, C.C., GUERRA SILVA, A., LARA DE ASSIS, R., PEREIRA SILVA, G. and FARIA SCHERRER MENEZES, J., 2008. Formas de aplicação de inoculante e seus efeitos na cultura da soja. Bioscience Journal [online], vol. 24, no. 2. [Accessed9 December 2022]. Available from: https://seer.ufu.br/index.php/biosciencejournal/article/view/6739.

Issue

Section

Artigos