Campylobacter sp em mecônio de pintainhos e em cloaca de reprodutoras de corte

Authors

  • Belchiolina Beatriz Fonseca UFU
  • Ricardo Alfredo Soncini Sadia-SA
  • Andréa Leão Carneiro Frezza UFU
  • Daise Aparecida Rossi UFU

Keywords:

Campylobacter sp, Frangos de corte, Transmissao vertical.

Abstract

Campylobacter sp é um importante patógeno veiculado pelos alimentos e os produtos de origem aviária os mais implicados na transmissão desses microrganismos aos humanos. O conhecimento das formas de transmissão da Campylobacter entre as aves irá permitir o estabelecimento de formas de controle eficientes nas granjas para impedir a disseminação desse agente. A principal via de transmissão nos aviários é a horizontal, porém a transmissão vertical deve ser objeto de estudo por ser uma via ainda não comprovada. O objetivo desse estudo foi verificar em um mesmo lote de aves a presença da Campylobacter sp em galinhas matrizes e em mecônio de pintainhos de corte de um dia. Foi realizada a identificação genética como método diagnóstico, com o uso um sistema PCR automatizado, o BAX Systen da DuPont. Foram coletados e analisados suabes cloacais de 33 aves (pool de três aves), totalizando 11 amostras e mecônio de pintainhos recém-eclodidos (pool de três), totalizando 10 amostras. Em mecônio a positividade foi de 80% (8/10) e, em galinhas 54,55% (6/11) das amostras foram positivas. Esses resultados representam indícios da transmissão vertical, mas outras pesquisas devem ser conduzidas utilizando técnicas moleculares para detecção de Campylobacter sp em amostras de fezes, assim como técnicas de genotipificação dos espécimes isolados para comprovação da transmissão vertical.

Downloads

Download data is not yet available.

Published

2007-09-18

How to Cite

BEATRIZ FONSECA, B., ALFREDO SONCINI, R., LEÃO CARNEIRO FREZZA, A. and APARECIDA ROSSI, D., 2007. Campylobacter sp em mecônio de pintainhos e em cloaca de reprodutoras de corte. Bioscience Journal [online], vol. 23, no. 3. [Accessed4 December 2022]. Available from: https://seer.ufu.br/index.php/biosciencejournal/article/view/6678.