Adaptacao de camundongos a dieta canidea e avaliacao da resistencia organica em infeccao por Trypanosoma cruzi

Authors

  • Cynthia Barbosa Firmino Aguiar UFU
  • Helen Silva de Oliveira UFU
  • Carla da Silva Rodrigues de Menezes UFU
  • Humberto Eustaquio Coelho UFU
  • Adao Divino de Aguiar UFU
  • Amelia Hamaguchi UFU

Keywords:

Trypanosoma cruzi, Doença de Chagas, Nutrição/infecção.

Abstract

Camundongos Swiss foram submetidos a duas dietas, convencional (DC) e especial (DE), utilizada para canídeos. Para cada dieta, três grupos com 15, 20 e 30 dias de dieta foram formados e analisados hemograma, bioquímica do sangue e cultura das fezes e infectados com Trypanosoma cruzi (cepa Y). Determinou-se a parasitemia do 6º ao 9º dia e a mortalidade até o 60º dia pós-infecção. A dieta não interferiu no hemograma (p>0,05). Os níveis de colesterol e triglicerídeos apresentaram-se mais elevados na DE. A parasitemia e a mortalidade foram menores nos camundongos DE. Histopatologicamente todos os grupos demonstraram inflamação característica de Doença de Chagas crônica. Na coprocultura foram observadas diferenças na flora intestinal entre os animais com DE e DC. A DE melhorou as condições dos animais, propiciando uma maior sobrevida, tornando os camundongos mais resistentes para a fase aguda, quando comparados aos animais do grupo DC. UNITERMOS: Trypanosoma cruzi, Doença de Chagas, Nutrição/infecção.

Downloads

Download data is not yet available.

Published

2006-04-06

How to Cite

FIRMINO AGUIAR, C.B., DE OLIVEIRA, H.S., RODRIGUES DE MENEZES, C. da S., COELHO, H.E., DE AGUIAR, A.D. and HAMAGUCHI, A., 2006. Adaptacao de camundongos a dieta canidea e avaliacao da resistencia organica em infeccao por Trypanosoma cruzi. Bioscience Journal [online], vol. 20, no. 1. [Accessed29 November 2022]. Available from: https://seer.ufu.br/index.php/biosciencejournal/article/view/6498.

Issue

Section

Artigos