Quantificação da angiogênese induzida por tumor em membrana corioalantóica de embrião de galinha

Authors

  • Caroline Tiemi Egoshi Pontifícia Universidade Católica do Paraná
  • Diogo de Lima Nunes Zerbini Pontifícia Universidade Católica do Paraná
  • Paulo Henrique Utumi Pontifícia Universidade Católica do Paraná
  • Patricia Maria Stuelp- Campelo Pontifícia Universidade Católica do Paraná
  • Luciana de Fátima Chaves de Mello Zischler Pontifícia Universidade Católica do Paraná
  • Andréa Novais Moreno-Amaral Pontifícia Universidade Católica do Paraná
  • Selene Lobo Elifio-Esposito Pontifícia Universidade Católica do Paraná

DOI:

https://doi.org/10.14393/BJ-v31n1a2015-23449

Abstract

Angiogênese é um processo de surgimento de novos microvasos provenientes de vasos sanguíneos já existentes. O desenvolvimento tumoral e o processo de metástase são dependentes de angiogênese, pois o tumor em crescimento necessita de uma rede capilar que forneça nutrientes e oxigênio. A membrana corioalantóica de embrião de galinha (CAM) é um modelo experimental in vivo que oferece muitas vantagens, como a alta vascularização natural e alta taxa de reprodução, além de ser um modelo simples e de baixo custo. A CAM é composta por proteínas de matriz extracelular, que mimetizam o ambiente fisiológico de células cancerosas. A etapa de contagem do número total de vasos permite a determinação dos efeitos dos estímulos pró ou anti angiogênicos, portanto a padronização de um método eficaz é necessário. O presente estudo teve como objetivo geral avaliar o potencial angiogênico de células de uma linhagem de adenocarcinoma de cólon humano (HT29) e propor um método para quantificação da angiogênese induzida por células tumorais na CAM. Os embriões foram mantidos em sistema ex ovo. No oitavo dia, foram adicionados sobre a CAM, implantes de colágeno contendo células tumorais em diferentes concentrações. No décimo primeiro dia foi feito o registro fotográfico utilizando microscópio estereoscópico e foram determinados quatro scores para a quantificação e caracterização dos vasos, considerando-se se seccionavam o implante e também seu grau de ramificação. A contagem dos vasos, feita em uma área específica ao redor do implante, foi realizada após edição das imagens pelo programa Image Pro Plus. Os resultados mostraram aumento significativo do número de vasos que não seccionavam o implante para aqueles contendo 3 x 104 e 6 x 104 células. Pode-se concluir que a metodologia de contagem dos vasos, utilizando registros fotográficos e edições de imagens, é eficaz. Demonstrou-se que as células HT29 induzem a uma alteração no padrão de crescimento de novos vasos quando depositada sobre a CAM em implantes de colágeno e podem ser utilizadas como modelo experimental para se investigar o efeito de diferentes compostos sobre a angiogênese induzida por tumor.

Downloads

Download data is not yet available.

Published

2015-01-06

How to Cite

EGOSHI, C.T., ZERBINI, D. de L.N., UTUMI, P.H., CAMPELO, P.M.S.-., ZISCHLER, L. de F.C. de M., MORENO-AMARAL, A.N. and ELIFIO-ESPOSITO, S.L., 2015. Quantificação da angiogênese induzida por tumor em membrana corioalantóica de embrião de galinha . Bioscience Journal [online], vol. 31, no. 1, pp. 303–310. [Accessed16 May 2022]. DOI 10.14393/BJ-v31n1a2015-23449. Available from: https://seer.ufu.br/index.php/biosciencejournal/article/view/23449.

Issue

Section

Health Sciences