Dispersão e persistência de leguminosas forrageiras tropicais após ingestão por bovinos

Authors

  • João Carlos de Carvalho Almeida Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro
  • Tatiana Oliveira da Silva Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro
  • Raphael Pavesi Araújo Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro
  • Delci de Deus Nepomuceno Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro
  • Tatiana Pires Pereira Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro
  • Mirton José Frota Morenz Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro
  • Norberto Silva Rocha Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro
  • João Batista Rodrigues de Abreu Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro

DOI:

https://doi.org/10.14393/BJ-v31n3a2015-22743

Abstract

Entre os fatores determinantes da baixa utilização do consórcio gramínea-leguminosa, pode ser citado a implantação das leguminosas em pastagens já estabelecida. No entanto, animais podem servir como mecanismo de dispersão das sementes. Assim, objetivou-se neste estudo avaliar a introdução das leguminosas calopogônio, macrotiloma, kudzu tropical e soja perene em pastagem estabelecida de Brachiaria decumbens, por meio da dispersão em fezes de bovinos. Para esta finalidade, foi utilizado cinco novilhas como veiculadoras das sementes, as quais foram ofertadas 180g de sementes de cada leguminosa misturado ao concentrado de forma alternada, esperando um período de 48h para completa defecação das sementes. Todas as leguminosas foram encontradas nas placas fecais, porém o kudzu apresentou maior número de exemplares encontrados em relação às demais (P<0,05). Porém, quando avaliada a persistência após estabelecimento e pastejo, foi encontrado menor número de exemplares para o kudzu em relação às outras três leguminosas (P<0,05), que não diferiram entre si. No entanto, a porcentagem de sementes germinadas nas fezes em relação à quantidade de sementes ofertadas em 180g de sementes para este mecanismo de propagação pode ser considerado baixo para as quatro leguminosas estudada.

Downloads

Download data is not yet available.

Published

2015-05-06

How to Cite

ALMEIDA, J.C. de C., DA SILVA, T.O., ARAÚJO, R.P., NEPOMUCENO, D. de D., PEREIRA, T.P., MORENZ, M.J.F., ROCHA, N.S. and DE ABREU, J.B.R., 2015. Dispersão e persistência de leguminosas forrageiras tropicais após ingestão por bovinos . Bioscience Journal [online], vol. 31, no. 3, pp. 867–874. [Accessed30 November 2022]. DOI 10.14393/BJ-v31n3a2015-22743. Available from: https://seer.ufu.br/index.php/biosciencejournal/article/view/22743.

Issue

Section

Agricultural Sciences