Acúmulo de nutrientes e tempo de decomposição da palhada de espécies forrageiras em função de épocas de semeadura

Authors

  • Nídia Raquel Costa Universidade Estadual Paulista
  • Marcelo Andreotti Universidade Estadual Paulista
  • Nelson de Araújo Ulian Universidade Estadual Paulista
  • Bruno Soratti Costa Universidade Estadual Paulista
  • Cristiano Magalhães Pariz FACV/UNESP - Campus de Botucatu
  • Marcelo Carvalho Minhoto Teixeira Filho Universidade Estadual Paulista

DOI:

https://doi.org/10.14393/BJ-v31n3a2015-22434

Abstract

Com o intuito de identificar o potencial produtivo das espécies forrageiras Sorghum bicolor (L.) Moench, Pennisetum glaucum (L.) R. Br. e Urochloa brizantha cv. Xaraés em função de épocas de semeadura, bem como, a posterior formação de palhada para continuidade do sistema plantio direto, avaliou-se a produtividade de massa seca, a relação C/N e lignina/N total, o acúmulo de nutrientes e a decomposição da palhada em duas safras agrícolas. O experimento foi realizado em Selvíria - MS (20°18'S e 51°22'W, com altitude de 370 m), num LATOSSOLO VERMELHO Distroférrico. O delineamento utilizado foi o de blocos casualizados, em arranjo fatorial 3 x 3, com três espécies de plantas forrageiras: sorgo forrageiro (Sorghum bicolor (L.) Moench), milheto (Pennisetum glaucum (L.) R. Br.) e o capim xaraés (Urochloa brizantha cv. Xaraés) e três épocas de semeadura (1ª época - 14/09/09 (E1), 2ª época - 29/09/09 (E2) e 3ª época - 14/10/09 (E3), manejadas aos 45 dias após emergência - DAE), com 4 repetições. Para o segundo ano agrícola (2010/2011), utilizaram-se as mesmas espécies forrageiras e delineamento experimental, com as seguintes épocas de semeadura: 1ª época - 10/09/10 (E1), 2ª época - 27/09/10 (E2) e 3ª época - 20/10/10 (E3), respectivamente. As maiores produtividades de massa seca e acúmulos de nutrientes foram obtidos pela cultura do sorgo forrageiro nas três épocas de semeadura. A cultura do sorgo forrageiro apresentou os maiores valores da relação C/N e lignina/N total, principalmente nas 2ª e 3ª épocas, nos dois anos agrícolas, proporcionando menor degradação da palhada em comparação ao milheto e ao capim xaraés. A decomposição da palhada foi mais lenta para o sorgo forrageiro e o milheto. Independentemente da espécie forrageira e da época de semeadura, a deposição inicial de massa seca das espécies forrageiras foram adequadas para utilização destas espécies no sistema plantio direto, nas condições climáticas de cerrado de baixa altitude. 

Downloads

Download data is not yet available.

Author Biography

Cristiano Magalhães Pariz, FACV/UNESP - Campus de Botucatu

Doutorando do Programa de Pós-Graduação em Zootecnia FACV/UNESP - Campus de Botucatu Bolsista Fapesp

Published

2015-05-16

How to Cite

COSTA, N.R., ANDREOTTI, M., ULIAN, N. de A., COSTA, B.S., PARIZ, C.M. and TEIXEIRA FILHO, M.C.M., 2015. Acúmulo de nutrientes e tempo de decomposição da palhada de espécies forrageiras em função de épocas de semeadura . Bioscience Journal [online], vol. 31, no. 3, pp. 818–829. [Accessed29 November 2022]. DOI 10.14393/BJ-v31n3a2015-22434. Available from: https://seer.ufu.br/index.php/biosciencejournal/article/view/22434.

Issue

Section

Agricultural Sciences