Desempenho produtivo de cultivares de alface americana na estação seca da Amazônia central

Authors

  • Ariel Dotto Blind Instituto Nacional de Pesquisas da Amazonia
  • Danilo Fernandes Silva Filho Instituto Nacional de Pesquisas da Amazonia

DOI:

https://doi.org/10.14393/BJ-v31n2a2015-22352

Abstract

Na Amazônia a base da exploração comercial de olericolas é o reconhecimento de cultivares e/ou variedades que evidenciem melhor adaptabilidade para as condições edafoclimaticas locais, associados aos níveis de produtividade comercial em função do sistema de cultivo adotado. Neste sentido, o trabalho teve o objetivo de avaliar a variabilidade morfológica, qualidade e a produtividade entre cultivares de alface tipo americana, cultivadas a campo, em canteiros na presença e ausência de mulching orgânico, no período de estação seca da Amazônia central, estabelecendo-se um experimento no município de Presidente Figueiredo - AM. O delineamento experimental utilizado foi blocos ao acaso em esquema fatorial constituídos por 2 preparos de canteiro x 19 cultivares de alface americana, com quatro repetições. Os componentes avaliados foram; estabilidade morfológica; sanidade das plantas; matéria fresca comercial, diâmetro da cabeça comercial, altura das plantas, numero de folhas, comprimento do caule e estimativa da produtividade comercial Kg ha-1. O teste F (p<0,05) detectou diferenças significativas entre o fator correspondente as cultivares, e na interação apenas para sanidade, matéria fresca comercial, numero de folhas e comprimento do caule. Com exceção da estabilidade morfológica, no agrupamento das medias pelo teste Scott-Knott 5 % detectou-se diferença significativa para todas as características avaliadas entre as cultivares. As cultivares Gloriosa, Havassu, Ironwood, Kaiser e Winslon estabeleceram-se mais estáveis na formação de cabeças com melhores resultados agronômicos sobre as características avaliadas para as condições fitotécnicas e edafoclimaticas presentes neste ensaio.

Downloads

Download data is not yet available.

Published

2015-02-25

How to Cite

BLIND, A.D. and SILVA FILHO, D.F., 2015. Desempenho produtivo de cultivares de alface americana na estação seca da Amazônia central . Bioscience Journal [online], vol. 31, no. 2, pp. 404–414. [Accessed22 May 2022]. DOI 10.14393/BJ-v31n2a2015-22352. Available from: https://seer.ufu.br/index.php/biosciencejournal/article/view/22352.

Issue

Section

Agricultural Sciences