Sensibilidade de mudas de espécies florestais nativas ao glyphosate

Authors

  • Vinícius Morais Machado Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri
  • José Barbosa Santos Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri
  • Israel Marinho Pereira Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri
  • Rodrigo Oliveira Lara Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri
  • Cássia Michele Cabral Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri
  • Cristiany Silva Amaral Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri

Abstract

Herbicidas com conhecida ação seletiva têm sido utilizados no controle de plantas daninhas em reflorestamentos. Diante disso, este trabalho teve como objetivo avaliar a sensibilidade de algumas espécies arbóreas de interesse comercial e na recuperação de áreas degradadas ao glyphosate, visando à adequação de métodos mais eficientes no controle de plantas daninhas. Para a realização do experimento foram utilizadas quatro espécies: Plathymenia reticulata, Bowdichia virgilioides, Kielmeyera lathrophyton e Solanum lycocarpum. Foram estudados os efeitos da aplicação das quatro doses do glyphosate (0, 160, 480, 1440 g ha-1) sobre as variáveis: intoxicação das plantas, altura, diâmetro na altura do coleto, número de folhas e anatomia foliar. Para a caracterização anatômica das espécies foram realizados cortes nas folhas dos indivíduos remanescentes de Solanum lycocarpum, Kielmeyera lathrophyton e Bowdichia virgilioides. Os sintomas mais evidentes foram a clorose e necrose foliar, sendo S. lycocarpum a espécie que mais sofreu com a ação do herbicida. A maior mortalidade foi observada para a S. lycocarpum, sendo que todos os indivíduos que receberam as maiores doses dos tratamentos de glyphosate morreram. A presença de sintomas de intoxicação e o normal desenvolvimento das mudas de Plathymenia reticulata, Bowdichia virgilioides, Kielmeyera lathrophyton são indícios de que estas espécies são tolerantes ao glyphosate.

Downloads

Download data is not yet available.

Published

2013-12-03

How to Cite

MACHADO, V.M., SANTOS, J.B., PEREIRA, I.M., LARA, R.O., CABRAL, C.M. and AMARAL, C.S., 2013. Sensibilidade de mudas de espécies florestais nativas ao glyphosate . Bioscience Journal [online], vol. 29, no. 6, pp. 1941–1951. [Accessed6 December 2022]. Available from: https://seer.ufu.br/index.php/biosciencejournal/article/view/22329.

Issue

Section

Agricultural Sciences