Dinâmica de infestação de plantas daninhas em variedades de cana-de-açúcar

Authors

  • Edimilson Alves Barbosa Universidade Federal de Viçosa
  • Leonardo David Tuffi Santos Universidade Federal de Minas Gerais
  • Antonio dos Santos Junior Universidade Federal de Minas Gerais
  • Gustavo Amaral Costa Universidade Federal de Minas Gerais
  • Leandro Roberto da Cruz Universidade Federal de Minas Gerais
  • Rodrigo Eduardo Barros Universidade Federal de Minas Gerais
  • Izabela Thais dos Santos Universidade Federal de Minas Gerais

Abstract

A seleção de genótipos mais adaptados às condições de estresses bióticos e abióticos aliados com características agronômicas favoráveis são fatores preponderantes para o sucesso no cultivo da cana-de-açúcar. Neste contexto objetivou-se avaliar a dinâmica de infestação de plantas daninhas e o comportamento de variedades de cana-de-açúcar em condições do semiárido norte mineiro. O experimento foi disposto em blocos casualizados, com quatro repetições e oito variedades de cana-de-açúcar: RB72454, RB867515, RB739735, RB835486, SP81-3250, IAC86-2480, SP80-1842 e RB855536. Nos levantamentos fitossociológicos realizados aos 30 e 150 dias após o plantio (DAP), foram identificadas 25 espécies daninhas distribuídas em 10 famílias, sendo as mais representativas com relação ao número de espécies a Poaceae (9), Fabaceae (4), Malvaceae (3) e Convolvulaceae (2). As principais espécies encontradas no primeiro levantamento foram: Sida rhombifolia, Aeschynomene denticulata, Sida sp., Ipomoea triloba e Senna obtusifolia. Aos 150 DAP as espécies S. rhombifolia, Brachiaria decumbens, Sida sp., Panicum maximum, Sida cordifolia e Brachiaria brizantha obtiveram os maiores IVI e IVC. A similaridade entre as épocas de avaliação foi de 41,86% o que indica baixa homogeneidade das espécies presentes no canavial entre as duas fases da cultura. Entre as variedades a similaridade das comunidades foi alta na primeira avaliação e baixa aos 150 DAP, o que indica influência das variedades cultivadas sobre as plantas daninhas presentes. A variedade de cana-de-açúcar com menor IVE apresentou a maior biomassa de plantas daninhas aos 150 DAP. Dentre as variedades de cana-de-açúcar avaliadas as mais produtivas foram RB72454, RB867515 e SP81-3250.

Downloads

Download data is not yet available.

Published

2013-12-03

How to Cite

BARBOSA, E.A., TUFFI SANTOS, L.D., JUNIOR, A. dos S., COSTA, G.A., CRUZ, L.R. da, BARROS, R.E. and SANTOS, I.T. dos, 2013. Dinâmica de infestação de plantas daninhas em variedades de cana-de-açúcar . Bioscience Journal [online], vol. 29, no. 6, pp. 1920–1931. [Accessed29 February 2024]. Available from: https://seer.ufu.br/index.php/biosciencejournal/article/view/22265.

Issue

Section

Agricultural Sciences