Germinação de sementes de marmelo: temperatura, luz e salinidade

Authors

  • Danieli Pieretti Nunes Universidade Federal da Grande Dourados
  • Silvana de Paula Quintão Scalon Universidade Federal da Grande Dourados
  • Thaliny Bonamigo Universidade Federal da Grande Dourados
  • Rosilda Mara Mussury Universidade Federal da Grande Dourados

Abstract

Neste trabalho objetivou-se avaliar a ecofisiologia da germinação de sementes de Alibertia edulis (Rich) A. Rich. ex DC. (marmelo) sob diferentes condições ambientais. Dois experimentos foram realizados no Laboratório de Nutrição e Metabolismo de Plantas da UFGD. O experimento I avaliou quatro temperaturas (15, 20, 25 e 30°C) e duas condições de iluminação (presença e ausência de luz) e o experimento II o efeito de soluções salinas de KCl , NaCl e CaCl2  nos potenciais osmóticos de 0,0 (controle); -0,4; -0,8; -1,2; -1,6; -2,0 MPa na germinação das sementes. As sementes apresentam fotoblástismo neutro e não germinam a 15°C. A 25°C foi observada maior porcentagem e índice de velocidade de germinação e comprimento de parte aérea de plântulas. As sementes são sensíveis salinidade causada por NaCl, KCl e CaCl2, que afetam negativamente a germinação das sementes e no crescimento das plântulas.

Downloads

Download data is not yet available.

Published

2014-11-11

How to Cite

NUNES, D.P., SCALON, S. de P.Q., BONAMIGO, T. and MUSSURY, R.M., 2014. Germinação de sementes de marmelo: temperatura, luz e salinidade . Bioscience Journal [online], vol. 30, no. 6, pp. 1737–1745. [Accessed21 May 2022]. Available from: https://seer.ufu.br/index.php/biosciencejournal/article/view/22185.

Issue

Section

Agricultural Sciences