Avaliações físico-quimicas de frutos de tomateiro em função de doses de potássio e nitrogenio

Authors

  • Ernani Clarete da Silva Universidade Federal de São João del -Rei
  • Patrícia Penido Maia Alvarenga Universidade Federal de Alfenas
  • Gabriel Mascarenhas Maciel Universidade Federal de Uberlândia

Abstract

O objetivo deste trabalho foi estudar o efeito do nitrogênio e do potássio nas características físico-químicas de frutos de tomate cultivados em condições de campo. Utilizou-se um delineamento experimental em blocos ao acaso, em esquema fatorial 4 x 4, com quatro repetições: quatro doses de N (20,5, 41, 82 e 164 kg ha-1) obtidas respectivamente pela adição de 100, 200, 400 e 800 kg ha-1 de nitrocálcio e quatro doses de K2O (90, 180, 360 e 720 kg ha-1) obtidas respectivamente pela adição de 150, 300, 600 e 1200 kg ha-1 de cloreto de potássio. A cultivar de polinização aberta Santa Clara 5800 (Grupo Santa Cruz) foi cultivada no espaçamento 0,40 m x 0,40 m x 1,00 m em fileira dupla sendo a parcela total constituída por 24 plantas. Considerou-se como úteis as oito plantas centrais. As plantas foram podadas acima da terceira folha após o quarto ramo floral. Os teores de sólidos solúveis e totais, acidez total titulável e relação sólida solúveis/acidez não variaram em função dos tratamentos e apresentaram valores adequados para a cultura A variação no teor de açúcares redutores, pectina total, solubilização da pectina e vitamina C, embora significante, não foi importante sob o aspecto organoléptico, pós-colheita e nutricional, uma vez que respectivos valores ficaram dentro de uma faixa considerada adequada para o tomate. Os macronutrientes nitrogênio e potássio não alteraram as características físico-químicas do fruto do tomateiro.

Downloads

Download data is not yet available.

Published

2013-12-03

How to Cite

DA SILVA, E.C., PENIDO MAIA ALVARENGA, P. and MASCARENHAS MACIEL, G., 2013. Avaliações físico-quimicas de frutos de tomateiro em função de doses de potássio e nitrogenio . Bioscience Journal [online], vol. 29, no. 6, pp. 1788–1795. [Accessed7 December 2022]. Available from: https://seer.ufu.br/index.php/biosciencejournal/article/view/21896.

Issue

Section

Agricultural Sciences