Respostas de plantas jovens Hymenaea courbaril L. (Fabaceae) à simulação de danos por herbívoros

Authors

  • Andréia Oliveira Vieira Universidade Federal de Uberlândia
  • Cecilia Lomônaco Universidade Federal de Uberlândia

Abstract

Defesas induzidas em plantas são respostas morfológicas ou fisiológicas ativadas pela herbivoria que conferem algum grau de resistência a ataques subseqüentes. Este estudo descreve modificações em Hymenaea courbaril L. em resposta ao dano foliar artificial. Plantas jovens (n = 72) de seis plantas-mãe foram distribuídas entre dois grupos: dano artificial e controle. No primeiro par de folhas produzidas pelas plantas de cada grupo, após o tratamento, foram avaliados o número de estômatos, as espessuras do limbo e da nervura central foliares e as concentrações de nitrogênio e proteína. Foram também obtidas as biomassas relativas de raízes e da parte aérea e investigado se havia relação entre o grau de desenvolvimento da planta e a intensidade das respostas induzidas pelo dano. Plantas jovens submetidas ao dano apresentaram folhas com limbos mais espessos, o que pode ser considerado uma defesa induzida porque provavelmente reduz a palatabilidade foliar. Esta modificação induzida esteve associada a um custo energético, refletido na redução da taxa de crescimento da planta e na diminuição das dimensões da nervura foliar central. Variações na habilidade de cada planta responder ao tratamento efetuado indicam diferentes potenciais para a plasticidade fenotípica entre os genótipos estudados.

Downloads

Download data is not yet available.

Published

2014-07-17

How to Cite

VIEIRA, A.O. and LOMÔNACO, C., 2014. Respostas de plantas jovens Hymenaea courbaril L. (Fabaceae) à simulação de danos por herbívoros . Bioscience Journal [online], vol. 30, no. 4, pp. 1222–1230. [Accessed23 February 2024]. Available from: https://seer.ufu.br/index.php/biosciencejournal/article/view/21857.

Issue

Section

Biological Sciences