Ocorrência de mastite em búfalas (Bubalus bubalis) criadas em sistema extensivo no estado do Pará, Brasil

Authors

  • Natália da Silva e Silva Universidade Federal do Pará
  • José Alcides Sarmento da Silveira Universidade Federal do Pará
  • Carlos Magno Chaves Oliveira Universidade Federal do Pará
  • Carla Lopes de Mendonça Universidade Federal Rural de Pernambuco
  • Tatiane Teles Albernaz Universidade Federal do Pará
  • Eduardo Levi de Sousa Guaraná Universidade Federal Rural de Pernambuco
  • Danillo Henrique da Silva Lima Universidade Federal do Pará
  • José Diomedes Barbosa Universidade Federal do Pará

Abstract

Descreveu-se a ocorrência de mastite em 87 búfalas do Estado do Pará, em diferentes fases de lactação, mantidas em sistema de criação extensivo. Foram realizados o exame clínico da glândula mamária, o California Mastitis Test, o exame bacteriológico do leite e o perfil de sensibilidade a antimicrobianos. Amostras de leite foram colhidas de todos os quartos mamários avaliados, assepticamente, exceto na ausência de secreção láctea. Dos 348 quartos mamários examinados, 89,37% não reagiram ao California Mastitis Test e 5,46% reagiram; 2,87% dos quartos mamários apresentavam mastite clínica e 2,3% não apresentavam secreção láctea. Nas amostras reagentes ao California Mastitis Test, Streptococcus spp. foi o agente isolado em maior percentual, seguido por Staphylococcus aureus e Staphylococcus intermedius. Das amostras não reagentes ao California Mastitis Test houve crescimento bacteriano em 24,8%, sendo Staphylococcus coagulase negativa o agente mais presente, seguido por S. intermedius, S. aureus, Streptococcus agalactiae e Streptococcus spp. No antibiograma, os isolados de estafilococos coagulase negativas foram sensíveis à gentamicina e resistentes à penicilina. Para os isolados de Staphylococcus coagulase positiva, amoxicilina e cefalotina foram os antimicrobianos de eleição. Streptococcus spp. foram sensíveis à amoxicilina e sulfazotrim. Todos S. agalactiae foram sensíveis à amoxicilina e tetraciclina. Conclui-se que a ocorrência de mastite foi baixa nos rebanhos estudados; o California Mastitis Test não se mostrou eficiente no diagnóstico da infecção intramamária, devendo sempre ser associado ao exame microbiológico e houve baixa resistência dos agentes isolados aos antimicrobianos testados, exceto em relação à penicilina.

Downloads

Download data is not yet available.

Published

2014-09-30

How to Cite

SILVA, N. da S. e, SILVEIRA, J.A.S. da, OLIVEIRA, C.M.C., MENDONÇA, C.L. de, ALBERNAZ, T.T., GUARANÁ, E.L. de S., LIMA, D.H. da S. and BARBOSA, J.D., 2014. Ocorrência de mastite em búfalas (Bubalus bubalis) criadas em sistema extensivo no estado do Pará, Brasil . Bioscience Journal [online], vol. 30, pp. 839–846. [Accessed7 December 2022]. Available from: https://seer.ufu.br/index.php/biosciencejournal/article/view/18292.

Issue

Section

Agricultural Sciences