Capacidade combinatória de cultivares de soja em f2, sob condições de cerrado tocantinense

Authors

  • Douglas José Daronch Universidade Federal do Tocantins
  • Joênes Mucci Peluzio Universidade Federal do Tocantins
  • Flávio Sérgio Afférri Universidade Federal do Tocantins
  • Mariela Otoni do Nascimento Universidade Federal do Tocantins

Abstract

A possibilidade de predição dos ganhos obtidos por uma seleção constitui-se em uma das principais contribuições da genética quantitativa e, por conseguinte, no processo de melhoramento. Diante do exposto o objetivo do trabalho foi avaliar 21 tratamentos (06 parentais e 15 combinações dialélicas em F2), sob condições de campo em Gurupi-TO, no ano 2010/11, quanto à capacidade geral (CGC) e específica de combinação (CEC), em um esquema de dialelo completo, sem os recíprocos. A metodologia utilizada foi proposta por Griffing (1956). O delineamento experimental utilizado foi inteiramente casualizado, constituído por 21 tratamentos em 04 repetições. As características estudadas foram: o número de vagens por planta, número de grãos por planta e produção de grãos por planta (gramas/planta). Para todas as características foi detectado efeito significativo para CGC e CEC. O genitor M 9056RR foi o mais promissor e a combinação M 9056RR x P98Y70 a mais indicada para formação de uma população segregante com características superiores.

Downloads

Download data is not yet available.

Published

2014-09-30

How to Cite

DARONCH, D.J., PELUZIO, J.M., AFFÉRRI, F.S. and NASCIMENTO, M.O. do, 2014. Capacidade combinatória de cultivares de soja em f2, sob condições de cerrado tocantinense . Bioscience Journal [online], vol. 30, pp. 688–695. [Accessed8 December 2022]. Available from: https://seer.ufu.br/index.php/biosciencejournal/article/view/18208.

Issue

Section

Agricultural Sciences