Ação de bioestimulante no desempenho agronômico de milho e feijão

Authors

  • Durval Dourado Neto Universidade de São Paulo
  • Geraldo José Aparecido Dario Universidade de São Paulo
  • Ana Paula Piccinin Barbieri Universidade Federal de Santa Maria
  • Thomas Newton Martin Universidade Federal de Santa Maria

Abstract

Os biorreguladores têm sido amplamente aplicados na produção agrícola, e desempenham um papel importante, no crescimento e desenvolvimento das plantas, principalmente em culturas de alto nível tecnológico. Dessa forma, objetivou-se com o presente trabalho avaliar o desempenho agronômico das plantas e o seu rendimento com uso de bioestimulante nas culturas do milho e do feijão. Foram realizados dois experimentos independentes, com a cultura do milho e do feijão, em que os tratamentos utilizados constituíram-se de diferentes doses e formas de aplicação (tratamento de sementes, pulverização na fileira de semeadura e pulverização foliar). O produto utilizado é composto de 0,5 g L-1 ácido indol butírico, 0,9 g L-1 de cinetina e 0,5 g L-1 de ácido giberélico. Avaliaram-se as características: número médio de plantas por metro; diâmetro dos colmos; número de fileiras de grãos por espiga; número de grãos por fileira; número de grãos por espiga; massa de mil grãos e produção de grãos na cultura do milho e número médio de plantas por metro; número de vagens por planta; número de grãos por planta; massa de mil grãos e produção de grãos na cultura do feijão. Conclui-se que o uso de bioestimulante, em milho, proporciona aumento do diâmetro do colmo das plantas de milho, número de grãos por fileira e número de grãos por espiga, porém não interfere o rendimento da cultura. Em feijão, o uso de bioestimulantes, nas diferentes doses e formas de aplicação aumenta o número de grãos por planta e a produção de grãos.

Downloads

Download data is not yet available.

Published

2014-06-10

How to Cite

DOURADO NETO, D., DARIO, G.J.A., BARBIERI, A.P.P. and MARTIN, T.N., 2014. Ação de bioestimulante no desempenho agronômico de milho e feijão . Bioscience Journal [online], vol. 30, pp. 371–379. [Accessed7 December 2022]. Available from: https://seer.ufu.br/index.php/biosciencejournal/article/view/18110.

Issue

Section

Agricultural Sciences