Produtividade da cana-de-açúcar: variabilidade linear e espacial entre componentes tecnológicos e da produção

Authors

  • Flávio Carlos Dalchiavon Instituto Federal de Mato Grosso
  • Morel de Passos e Carvalho Universidade Estadual Paulista
  • Rafael Montanari Universidade Estadual Paulista
  • Marcelo Andreotti Universidade Estadual Paulista
  • Alan Rodrigo Panosso Universidade Estadual Paulista

Abstract

Na atualidade, a cultura da cana-de-açúcar desempenha frente à realidade brasileira, sobretudo no aspecto relacionado às fontes energéticas alternativas, importantíssimo papel. No ano de 2009, no município de Suzanápolis (SP), no Cerrado Brasileiro, foi instalado um experimento com a cultura da cana-de-açúcar em um Argissolo Vermelho eutrófico, com o objetivo de selecionar, por meio de coeficientes de correlação de Pearson, da modelagem de regressões lineares simples e de múltiplas e da correlação espacial, os melhores componentes tecnológicos e os de produção, para explicar a variabilidade da produtividade da cana-de-açúcar. Foi instalada a malha geoestatística, para a coleta de dados, com 120 pontos amostrais, numa área de 14,53 ha. Para as regressões lineares simples, a população de plantas é o componente da produção que apresenta a melhor correlação quadrática com a produtividade da cana-de-açúcar, dada por: PRO = -0,553**xPOP2+16,14*xPOP-15,77. Entretanto, para as regressões lineares múltiplas, a equação PRO = -21,11+4,92xPOP**+0,76xPUR** é a que melhor se apresenta para estimar a referida produtividade. Espacialmente, a melhor correlação com a produtividade da cana-de-açúcar é determinada, também, pelo componente da produção da população de plantas.

Downloads

Download data is not yet available.

Published

2014-06-10

How to Cite

DALCHIAVON, F.C., CARVALHO, M. de P. e, MONTANARI, R., ANDREOTTI, M. and PANOSSO, A.R., 2014. Produtividade da cana-de-açúcar: variabilidade linear e espacial entre componentes tecnológicos e da produção . Bioscience Journal [online], vol. 30, pp. 390–400. [Accessed28 November 2022]. Available from: https://seer.ufu.br/index.php/biosciencejournal/article/view/18096.

Issue

Section

Agricultural Sciences