Metodologias para avaliação da qualidade fisiológica de lotes de sementes de cenoura cultivar Londrina armazenados por até dez anos

Authors

  • Thiago Alberto Ortiz Universidade Estadual de Londrina
  • Alessandro Borini Lone Universidade Estadual de Londrina
  • Lílian Keiko Unemoto Universidade Estadual de Londrina
  • João Carlos Athanázio Universidade Estadual de Londrina
  • Lúcia Sadayo Assari Takahashi Universidade Estadual de Londrina

Abstract

O trabalho teve como objetivo testar metodologias para avaliação da qualidade fisiológica de lotes de sementes de cenoura cultivar Londrina, armazenados nas mesmas condições por até 10 anos. Foram realizados teste de germinação, de emergência, de condutividade elétrica e peso de mil sementes, colhidas nos anos de 1998, 1999, 2000, 2002, 2003, 2004 e 2006; em delineamento experimental inteiramente casualizado. Os dados foram submetidos à análise de variância, teste de comparação de médias Tukey p<0,05 e correlação de Pearson p<0,05, utilizando o Software R. O teste de germinação, de emergência e de condutividade elétrica foram adequados para determinar a qualidade fisiológica de sementes de cenoura da cultivar Londrina, armazenadas por até 10 anos. O peso das sementes não apresentou correlação com as demais metodologias avaliadas. Constatou-se que a germinação foi de apenas 38% no lote com 10 anos de armazenamento, sendo este, significativamente inferior aos demais tratamentos. Portanto, o tempo de armazenamento de sementes de cenoura cv. Londrina não deve ser superior a 10 anos, em razão da porcentagem de germinação não ter alcançado padrões mínimos que é de 65%.

Downloads

Download data is not yet available.

Published

2014-06-10

How to Cite

ORTIZ, T.A., LONE, A.B., UNEMOTO, L.K., ATHANÁZIO, J.C. and TAKAHASHI, L.S.A., 2014. Metodologias para avaliação da qualidade fisiológica de lotes de sementes de cenoura cultivar Londrina armazenados por até dez anos . Bioscience Journal [online], vol. 30, pp. 330–337. [Accessed28 November 2022]. Available from: https://seer.ufu.br/index.php/biosciencejournal/article/view/18082.

Issue

Section

Agricultural Sciences