Níveis de sombreamento na produção de mudas de pau-de-balsa (Ochroma pyramidale)

Authors

  • Uemerson Ferreira dos Santos Universidade do Estado de Mato Grosso
  • Fernando Santiago Ximenes Universidade do Estado de Mato Grosso
  • Petterson Baptista da Luz Universidade do Estado de Mato Grosso
  • Santino Seabra Júnior Universidade do Estado de Mato Grosso
  • Severino de Paiva Sobrinho Universidade do Estado de Mato Grosso

Abstract

Com o objetivo de avaliar a produção de mudas de pau-de-balsa (Ochroma pyramidale) em diferentes tipos de telados e campo aberto foi conduzido um experimento na área experimental pertencente à UNEMAT, localizada no Município de Cáceres-MT de agosto a novembro de 2011. Os níveis de sombreamento foram obtidos com telados de malhas negras (sombrite 30% e 50%) e malhas refletoras (termo refletora 30% e 50%) e a pleno sol. O delineamento empregado foi o inteiramente casualizado, sendo cinco ambientes e quatro repetições, com 12 plantas para cada repetição. As avaliações foram realizadas aos 30, 45 e 60 dias apos o plantio. Em cada avaliação foram coletadas às seguintes medidas, diâmetro de colo, altura da planta, , comprimento do sistema radicular, numero de folhas, peso fresco da parte aérea, peso fresco da raiz, peso seco da parte aérea e peso seco da raiz. Com os resultados pode comprovar que o sombreamento influência a produção de mudas de pau-de-balsa e que os telados de malhas refletoras 30% e 50% são os recomendados para produção de mudas de qualidade na região de Cáceres-MT.

Downloads

Download data is not yet available.

Published

2014-01-17

How to Cite

SANTOS, U.F. dos, XIMENES, F.S., LUZ, P.B. da, SEABRA JÚNIOR, S. and SOBRINHO, S. de P., 2014. Níveis de sombreamento na produção de mudas de pau-de-balsa (Ochroma pyramidale) . Bioscience Journal [online], vol. 30, no. 1, pp. 129–136. [Accessed29 November 2022]. Available from: https://seer.ufu.br/index.php/biosciencejournal/article/view/15233.

Issue

Section

Agricultural Sciences