Níveis de vitamina em rações para frangos de corte mantidos em ambiente de alta temperatura no período de 1 a 42 dias de idade

Authors

  • Roberta Gomes Marçal Vieira Vaz Universidade Federal do Tocantins
  • Rita Flávia de Oliveira Universidade Federal de Viçosa
  • Juarez Lopez Donzele Universidade Federal de Viçosa
  • Luiz Fernando Teixeira Albino Universidade Federal de Viçosa
  • Jefferson Costa de Sirqueira Universidade Federal do Maranhão
  • Will Pereira Oliveira Universidade Federal de Viçosa
  • Joana Patrícia Lira de Sousa Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Tocantins
  • Mônica Calixto da Silva Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Tocantins
  • Flávia Luzia Rodrigues Fonseca Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Tocantins

Abstract

O experimento foi realizado para determinar o efeito da suplementação de vitamina E sobre o desempenho e o rendimento de cortes nobres (peito, coxa e sobrecoxa) de frangos de corte machos no período de 1 a 42 dias de idade mantidos em ambiente de alta temperatura. Foram utilizados 400 frangos de corte machos da linhagem Cobb em um delineamento experimental inteiramente casualizado, com cinco tratamentos (0, 75, 150, 225 e 300 ppm) e oito repetições. O experimento foi dividido em duas fases (de 1 a 21 e de 1 a 42 dias de idade), com dez e sete aves por repetição, respectivamente. Na primeira fase, não houve efeito dos níveis de vitamina E da ração sobre o consumo de ração pelos frangos. No entanto, o ganho de peso e o consumo de vitamina (E) aumentaram, enquanto a conversão alimentar reduziu de forma linear em função dos níveis de vitamina E. No período total, verificou-se efeito linear dos níveis de vitamina E da ração sobre o desempenho e o consumo de vitamina E. Os tratamentos influenciaram também os pesos absolutos de peito, coxa e sobrecoxa, que variaram de forma quadrática, melhorando até os níveis estimados de 207, 195 e 190 ppm na ração, respectivamente. A suplementação de até 300 ppm de vitamina E na ração influenciou positivamente o desempenho e as características de carcaça de frangos de corte mantidos em ambiente de estresse por calor no período de 1 a 42 dias de idade.

Downloads

Download data is not yet available.

Published

2014-08-26

How to Cite

VAZ, R.G.M.V., OLIVEIRA, R.F. de, DONZELE, J.L., ALBINO, L.F.T., SIRQUEIRA, J.C. de, OLIVEIRA, W.P., SOUSA, J.P.L. de, SILVA, M.C. da and FONSECA, F.L.R., 2014. Níveis de vitamina em rações para frangos de corte mantidos em ambiente de alta temperatura no período de 1 a 42 dias de idade . Bioscience Journal [online], vol. 30, no. 5, pp. 1522–1528. [Accessed4 December 2022]. Available from: https://seer.ufu.br/index.php/biosciencejournal/article/view/15147.

Issue

Section

Agricultural Sciences