Adaptabilidade e estabilidade fenotípica de genótipos de soja no estado do Mato Grosso

Authors

  • Analy Castilho Polizel Universidade Federal de Mato Grosso
  • Fernanda Cezar Juliatti Universidade Federal de Uberlândia
  • Osvaldo Toshiyuki Hamawaki Universidade Federal de Uberlândia
  • Raphael Lemes Hamawaki Universidade Federal de Uberlândia
  • Salomão Lima Guimarães Universidade Federal de Mato Grosso

Abstract

Objetivou-se por este trabalho avaliar a adaptabilidade e estabilidade fenotípica de genótipos de soja no Estado do Mato Grosso. Foram testados 16 genótipos nas safras 2004/05 e 2005/06, nos municípios de Novo São Joaquim, Porto Alegre do Norte e Sinop, utilizando-se o delineamento de blocos casualizados e três repetições. Os métodos de adaptabilidade e estabilidade avaliados foram: Plaisted e Peterson, Wricke, Annicchiarico, Lin e Binns, Eberhart e Russel, Cruz, Torres e Vencovsky e AMMI. Após as análises dos dados, conclui-se que as metodologias estudadas foram concordantes e complementares quanto aos resultados de análise de adaptabilidade e estabilidade fenotípica. Os ambientes diferiram quanto à favorabilidade em função do ano agrícola. A linhagem UFU 23 apresentou alta adaptabilidade e estabilidade fenotípica em todas as metodologias estudadas.

Downloads

Download data is not yet available.

Published

2013-08-26

How to Cite

POLIZEL, A.C., JULIATTI, F.C., HAMAWAKI, O.T., HAMAWAKI, R.L. and GUIMARÃES, S.L., 2013. Adaptabilidade e estabilidade fenotípica de genótipos de soja no estado do Mato Grosso . Bioscience Journal [online], vol. 29, no. 4, pp. 910–920. [Accessed3 December 2022]. Available from: https://seer.ufu.br/index.php/biosciencejournal/article/view/15079.

Issue

Section

Agricultural Sciences