Sensibilidade de Stenocarpella macrospora a fungicidas

Authors

  • Daiana Bampi Univerdidade do Estado de Santa Catarina
  • Ricardo Trezzi Casa Universidade do Estado de Santa Catarina
  • João Américo Wordell Filho Empresa de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural de Santa Catarina
  • Marta Maria Casa Blum Universidade Regional Integrada
  • Meyriele Pires de Camargo Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz

Abstract

A aplicação de fungicidas nos órgãos aéreos é estratégia de controle para mancha-de-macrospora causada pelo fungo Stenocarpella macrospora. O objetivo do trabalho foi determinar a sensibilidade de S. macrospora a fungicidas pela inibição do crescimento do micélio (CM) e germinação de conídios (GC). Foram avaliados 12 fungicidas pertencentes aos grupos químicos dos benzimidazóis, estrobilurinas e triazóis, seis concentrações e dois isolados do fungo (SC e MT). Os fungicidas foram diluídos em água destilada e esterilizada e adicionados ao meio de cultura de batata-dextrose-ágar (micélio) e ágar-água (conídios) após a esterilização. A porcentagem de inibição do CM e GC foi calculada em relação à testemunha, estimando-se valores de concentração inibitória de 50% (CI50). Constatou-se que os fungicidas testados foram altamente fungitóxicos na inibição do CM, sendo que a CI50 foi menor que 1 ppm para todos os fungicidas, não havendo diferença entre isolados. Na inibição da GC, as estrobilurinas apresentaram maior fungitoxicidade, pois a CI50 ficou entre 0,0035 e 0,03 ppm, sendo o isolado SC mais sensível aos fungicidas. Os valores de CI50 para os diferentes fungicidas específicos para S. macrospora são úteis no monitoramento da sensibilidade do fungo em regiões com demanda intensa de fungicidas no milho.

Downloads

Download data is not yet available.

Published

2013-08-26

How to Cite

BAMPI, D., CASA, R.T., WORDELL FILHO, J.A., BLUM, M.M.C. and DE CAMARGO, M.P., 2013. Sensibilidade de Stenocarpella macrospora a fungicidas . Bioscience Journal [online], vol. 29, no. 4, pp. 787–795. [Accessed26 November 2022]. Available from: https://seer.ufu.br/index.php/biosciencejournal/article/view/15022.

Issue

Section

Agricultural Sciences