Diferentes meios de cultura e antioxidantes no estabelecimento in vitro do Jacarandá da Bahia

Authors

  • Fernanda Raquel Sartor Universidade Federal de Viçosa
  • Rafael Fonsêca Zanotti Universidade Federal do Espírito Sando
  • Kátia Ferreira Pôssa Universidade Federal de Lavras
  • Anderson Martins Pilon Universidade Federal de Viçosa
  • Claudio Hiroshi Fukushima Universidade Federal de Viçosa

Abstract

O Jacarandá da Bahia é uma espécie florestal nativa pertencente a família Leguminosaea -Papilionoideae com ocorrência desde o sul da Bahia até o estado de São Paulo. O extrativismo e a pecuária contribuíram para a sua quase extinção e apesar disso, pouco tem sido feito para a multiplicação desta espécie. A micropropagação é uma alternativa para obtenção de grande quantidade de mudas sadias em curto espaço de tempo. Foram utilizados meristemas apicais e gemas axilares de plântulas de Jacarandá da Bahia, cultivadas em condições assépticas nos tratamentos compostos por meios de cultura (MS e WPM), concentrações de BAP (4, 9 e 18 µM) e com a ausência ou presença de agente antioxidante (PVP ou carvão ativado), totalizando 18 tratamentos, cada um com 10 repetições. As avaliações foram realizadas com 4 e 8 semanas de cultivo, considerando a porcentagem de explantes oxidados. Os meios de cultura de antioxidantes testados não diferiram estatisticamente entre si, porém tratamentos com BAP na concentração de 18 µM foram os que apresentaram maior oxidação.

Downloads

Download data is not yet available.

Published

2013-04-30

How to Cite

SARTOR, F.R., ZANOTTI, R.F., PÔSSA, K.F., PILON, A.M. and FUKUSHIMA, C.H., 2013. Diferentes meios de cultura e antioxidantes no estabelecimento in vitro do Jacarandá da Bahia . Bioscience Journal [online], vol. 29, no. 2, pp. 408–411. [Accessed26 November 2022]. Available from: https://seer.ufu.br/index.php/biosciencejournal/article/view/14109.

Issue

Section

Agricultural Sciences