Conservação in vitro de acessos de vetiver

Authors

  • Thatiana Carvalho Santos Universidade Federal de Sergipe
  • Maria de Fátima Arrigoni-Blank Universidade Federal de Sergipe
  • Arie Fitzgerald Blank Universidade Federal de Sergipe
  • Marina Mesquita Lopes de Azevedo Menezes Universidade Federal de Sergipe

Abstract

O vetiver [Chrysopogon zizanioides (L.) Roberty] é um capim perene pertencente à família Poaceae, cujo óleo essencial extraído das raízes é utilizado amplamente na produção de perfumes. A manutenção de coleções in vitro tem sido considerada como um método alternativo à conservação de germoplasma especialmente para espécies propagadas vegetativamente. O objetivo desse trabalho foi avaliar diferentes meios de cultura e duas condições de temperatura (18° e 25° C) em acessos de vetiver para a obtenção de um protocolo da conservação in vitro sob crescimento lento. Os ensaios foram conduzidos em delineamento inteiramente casualizado, e foram testados o inibidor de crescimento ABA e diferentes concentrações de sais MS, em três acessos de vetiver (UFS-VET001, UFS-VET002 e UFS-VET003). Os três acessos de vetiver podem ser conservados sob o regime de crescimento lento por um período de 270 dias reduzindo-se a concentração dos sais MS a 25% de sua concentração normal, na temperatura de 18°C.

Downloads

Download data is not yet available.

Published

2012-12-21

How to Cite

SANTOS, T.C., ARRIGONI-BLANK, M. de F., BLANK, A.F. and MENEZES, M.M.L. de A., 2012. Conservação in vitro de acessos de vetiver . Bioscience Journal [online], vol. 28, no. 6, pp. 963–970. [Accessed30 November 2022]. Available from: https://seer.ufu.br/index.php/biosciencejournal/article/view/14006.

Issue

Section

Agricultural Sciences