Consumo e nível de conhecimento sobre recursos ergogênicos nutricionais em atletas

Authors

  • Antunes Silva Universidade Federal de Viçosa
  • João Carlos Bouzas Marins Universidade Federal de Viçosa

Abstract

A busca por melhora da performance e por alterações na composição corporal têm motivado a ingestão de recursos ergogênicos nutricionais (REN) entre atletas, promovendo o consumo indiscriminado destas substancias sem adequada prescrição. O objetivo do presente estudo foi averiguar a prevalência do uso, o nível de conhecimento, e as fontes informações sobre REN e esteróide anabolizantes (EA) em uma amostra de 351 atletas, maiores de 18 anos, da cidade de Viçosa- MG, através de questionário semi-estruturado e auto-aplicável. O uso de REN foi relatado por 74% da amostra, sendo os atletas masculinos (80%) fazem mais uso destes suplementos, comparados às mulheres (71%). Os suplementos mais utilizados foram creatina (43,5%), maltodextrina (40%), Whey protein (39,5), bebidade carboidratada (39%) e albumina (45%), desta forma é observado um alto consumo suplemento protéico. Por outro lado, este alto consumo de REN não é orientado por profissional habilitado, uma vez que a maioria dos atletas consomem estes suplementos sem prescrição de nutricionista ou médico, colocando em risco a saúde. Apesar da amostra apresentar elevado nível de escolaridade, as informações que estes possuem sobre REN são questionáveis, pois as principais fontes de informação são a internet e os amigos. Embora estes atletas apresentem conhecimento sobre os efeitos deletérios dos esteróides anabolizantes, foi observada uma prevalência de 45% no uso destas substâncias. Conclui-se que o consumo de REN entre atletas da cidade de Viçosa- MG é rotineiro, sem a devida prescrição profissional, e que o nível de conhecimento destes sobre os REN é baixo.

Downloads

Download data is not yet available.

Published

2013-08-26

How to Cite

SILVA, A. and MARINS, J.C.B., 2013. Consumo e nível de conhecimento sobre recursos ergogênicos nutricionais em atletas . Bioscience Journal [online], vol. 29, no. 4, pp. 1049–1057. [Accessed8 December 2022]. Available from: https://seer.ufu.br/index.php/biosciencejournal/article/view/13763.

Issue

Section

Health Sciences