Épocas de semeadura e cultivares de soja na produção de forragem

Authors

  • Pedro Milanez de Rezende Universidade Federal de Lavras
  • Everson Reis Carvalho Universidade Federal de Lavras
  • Alexandre Martins Abdão dos Passos Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária, Rondônia
  • Roberto Antonio Savelli Martinez Universidade Federal de Lavras

Abstract

A soja apresenta potencial forrageiro por suas características nutricionais e produção de matéria seca, constituindo uma fonte de alimento de custo reduzido e elevada qualidade. Objetivou-se neste trabalho avaliar cultivares de soja semeadas em diferentes épocas no rendimento e composição química da forragem. O experimento foi conduzido no Departamento de Agricultura da Universidade Federal de Lavras, em Lavras, MG, nos anos agrícolas 2006/07 e 2007/08. Foi utilizado o delineamento em blocos casualizados, em esquema fatorial 5 x 3, com três repetições, envolvendo cinco épocas de semeadura (30/out., 15 e 30/nov., 15 e 30/dez.) e três cultivares de soja: M-SOY 8400 (ciclo médio), Conquista (ciclo semitardio) e Luziânia (ciclo tardio). Avaliou-se na forragem produzida: massa verde, matéria seca, proteína bruta e os minerais P, K, Ca, Mg e S. As épocas de semeadura 30/out e 15/nov são adequadas para obtenção de maior rendimento e melhor qualidade da forragem de soja. A cultivar Luziânia (ciclo tardio) se destaca para produção de forragem em relação à M-SOY 8400 (ciclo médio) e MG/BR 46 Conquista (ciclo semitardio), indicando o potencial da mesma para tal finalidade.

Downloads

Download data is not yet available.

Published

2012-09-03

How to Cite

REZENDE, P.M. de, CARVALHO, E.R., PASSOS, A.M.A. dos and MARTINEZ, R.A.S., 2012. Épocas de semeadura e cultivares de soja na produção de forragem . Bioscience Journal [online], vol. 28, no. 4, pp. 557–565. [Accessed8 December 2022]. Available from: https://seer.ufu.br/index.php/biosciencejournal/article/view/13561.

Issue

Section

Agricultural Sciences