Alterações morfológicas foliares em cultivares de cana-de-açúcar em resposta à deficiência hídrica

Authors

  • Renata Passos Pincelli Universidade Estadual Paulista
  • Marcelo de Almeida Silva Universidade Estadual Paulista

Abstract

O objetivo do presente trabalho foi verificar as respostas de variáveis morfológicas de quatro cultivares comerciais de cana-de-açúcar (SP81-3250, SP83-2847, RB855453 e RB72454), sob dois regimes hídricos, e distingui-las entre tolerantes e susceptíveis. Aos 84 dias após a emergência, as plantas foram submetidas aos tratamentos hídricos, sem deficiência e com deficiência, e avaliadas em três épocas, zero, 28 e 56 dias, após a implantação desses tratamentos (DAT). As cultivares SP81-3250 e SP83-2847, quando submetidas à deficiência hídrica por período prolongado no início do desenvolvimento, apresentam maior largura de folhas, menor dano ao número de folhas verdes e área foliar; aumento na densidade estomática nas superfícies adaxial e abaxial foliares, e maior produção de massa de matéria seca, sendo assim consideradas tolerantes. O comprimento da folha +3 não permitiu caracterizar as variedades quanto a tolerância à deficiência hídrica.

Downloads

Download data is not yet available.

Published

2012-09-03

How to Cite

PINCELLI, R.P. and SILVA, M. de A., 2012. Alterações morfológicas foliares em cultivares de cana-de-açúcar em resposta à deficiência hídrica . Bioscience Journal [online], vol. 28, no. 4, pp. 546–556. [Accessed14 April 2024]. Available from: https://seer.ufu.br/index.php/biosciencejournal/article/view/13557.

Issue

Section

Agricultural Sciences