Chance matemática na determinação do estado nutricional do amendoim

Authors

  • José Aridiano Lima de Deus Universidade Federal do Ceará
  • José Hildernando Bezerra Barreto Universidade Federal do Ceará
  • Ismail Soares Universidade Federal do Ceará
  • Naiara Célida dos Santos Souza Universidade Federal do Ceará
  • José Arnaldo Farias Sales Universidade Federal do Ceará
  • José de Souza Oliveira Filho Universidade Federal do Ceará

Abstract

Na literatura, são escassas informações a cerca da avaliação nutricional para a maioria das culturas, em especial o amendoim. Portanto, objetivou-se avaliar o estado nutricional do amendoim cultivar BR-1, através do método da chance matemática. O experimento foi conduzido em Fortaleza-CE, no período de agosto a dezembro de 2009. As plantas foram cultivadas em canteiros, adubados com N (3, 21, 30, 39 e 57 kg ha-1), P2O5 (7, 46, 65, 85 e 124 kg ha-1) e K2O (5, 32, 45, 59 e 86 kg ha-1), sendo composto por dezesseis tratamentos conforme a matriz Pan Plueba II e quatro repetições. Durante o período de florescimento foi coletada folhas para a determinação dos teores de NPK. Utilizou-se o método da chance matemática para fazer a diagnose foliar. Para N, as maiores chances matemáticas ocorreram com teores de N na faixa de 31,11 a 40,23 g kg-1, para P, as maiores chances matemáticas ocorreram com teores de 1,66 a 2,11 g kg-1 e para K entre os teores de 13,42 a 18,15 g kg-1. Pela chance matemática, estimou-se que os teores de 35,67; 1,89 e 15,78 g kg-1 de N; P e K, respectivamente, como sendo os teores ótimos em que se espera maior probabilidade de resposta em produtividade da cultura do amendoim, cultivar BR-1, nas condições estudadas.

Downloads

Download data is not yet available.

Published

2012-06-29

How to Cite

DEUS, J.A.L. de, BARRETO, J.H.B., SOARES, I., SOUZA, N.C. dos S., SALES, J.A.F. and FILHO, J. de S.O., 2012. Chance matemática na determinação do estado nutricional do amendoim . Bioscience Journal [online], vol. 28, no. 3, pp. 351–357. [Accessed26 November 2022]. Available from: https://seer.ufu.br/index.php/biosciencejournal/article/view/13218.

Issue

Section

Agricultural Sciences